Dilma lança campanha de arrecadação para o Senado

O PT lançou uma campanha de arrecadação de recursos para financiar a candidatura de Dilma Rousseff ao Senado por Minas; presidente deposta pelo golpe diz que a candidatura dela ao Senado e a de Lula ao Planalto são em "defesa da volta da democracia e contra o Estado de Exceção que persegue Lula, condenando-o e mantendo-o preso injustamente"

Dilma lança campanha de arrecadação para o Senado
Dilma lança campanha de arrecadação para o Senado (Foto: Stuckert)

Minas 247- O PT lançou nesta terça-feira (7) uma campanha de arrecadação de recursos para financiar a candidatura de Dilma Rousseff ao Senado por Minas Gerais. O site de arrecadação é euapoio.dilma.com.br.

No vídeo de lançamento da campanha de arrecadação, Dilma saúda os conterrâneos, lembrando que deixou a capital mineira no final dos anos 60 perseguida pela ditadura militar e que passou a vida toda lutando por um Brasil menos desigual.

“O golpe de 1964 me afastou de Minas. O golpe de 2016 me obriga a continuar a luta. E nenhum lugar é melhor do que Minas para lutar”, afirma. “É esse golpe que vamos enfrentar juntos aqui. Até porque dois dos principais protagonistas do golpe são daqui. Os dois representam a elite do atraso”.

Dilma diz que a candidatura dela ao Senado e a de Lula à Presidência da República são em defesa do povo brasileiro. “Nossa resistência é em defesa da volta da democracia e contra o Estado de Exceção que persegue Lula, condenando-o e mantendo-o preso injustamente”, destaca. “Querem impedir que Lula, um inocente, seja eleito presidente da República, desejo da grande maioria dos brasileiros”. 

Ela diz que a perseguição movida contra Lula terá uma resposta nas urnas, em 7 de outubro. “Sairemos vitoriosos com Lula presidente, com Pimentel governador e Dilma senadora”, ressalta. “É por tudo isso que peço a sua ajuda, minha amiga e meu amigo, para minha pré-campanha ao Senado.  Contribua com qualquer valor aqui no site”. E encerra o pedido: “Sou de Minas. Sou de luta. Sou de Lula. Sou Dilma”.

Os apoiadores da ex-presidenta da República poderão fazer doações a partir de R$ 10 e até R$ 1.064, com pagamentos por meio de cartões de débito, crédito e boleto bancário. Clique aqui para fazer a doação.

Assista ao video: https://youtu.be/NZxtGvuRN04

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247