Dirceu diz que postulação de Campos serve à direita

Candidatura do governador de Pernambuco à Presidência interessa à direita; avaliação foi feita pelo do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu (PT) durante passagem por Pernambuco; segundo o petista, se Eduardo Campos (PSB) for candidato, fará que o PT perca votos nas próximas eleições majoritárias de maneira a levar a disputa para o segundo turno

Dirceu diz que postulação de Campos serve à direita
Dirceu diz que postulação de Campos serve à direita
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – A candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à Presidência interessa à direita. A avaliação foi feita pelo do ex-ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu (PT), durante sua passagem por. Segundo o petista, se o gestor for candidato, fará com que o PT perca votos nas próximas eleições majoritárias de maneira a levar a disputa para o segundo turno. “Eles (as elites) não conseguiram nos derrotar em três eleições. Agora, estão pretendendo fazer um jogo com quatro candidatos. Procuram criar uma (nova) opção para o eleitorado para nos tirar votos”, afirmou, durante encontro com representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), nesta terça-feira (16), em Caruaru, Agreste do Estado.

Dirceu corroborou o que muitos integrantes do PT pensam a respeito das movimentações de Campos rumo ao Palácio do Planalto: “A minha avaliação é de que ele é candidato. Está criando as condições para ser candidato”, declarou. O ex-ministro disse, porém, que é legítimo o governador optar pela candidatura. Além disso, o petista afirmou que o PT tentará montar um palanque forte em Pernambuco visando o pleito presidencial de 2014, mas reconheceu que será difícil diante dos adversários, sobretudo de Campos. “Vai ser uma guerra contra nós”, acrescentou.

A posição de Dirceu sobre a candidatura de Campos é semelhante à manifestada pelo presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE). Para o parlamentar, o projeto do gestor pernambucano ajudará o pré-candidato tucano, senador Aécio Neves (MG). Porém vale ressaltar que, entre os adversários da presidente Dilma Rousseff (PT), o governador, aparentemente, é o que mais tem buscado criar e fortalecer as articulações políticas, o que pode lhe render um maior tempo de guia eleitoral. Não foi à toa que o próprio Guerra já cobrou uma postura mais agressiva por parte de Aécio Neves. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247