Dispara rejeição a Doria, mas ele lidera disputa para o Bandeirantes

Pesquisa Datafolha realizada dias depois da renúncia de Doria mostra que 47% dos paulistanos consideram sua administração ruim ou péssima. Na pesquisa anterior, feita em novembro, esse índice era de 39%. No entanto, apesar da rejeição, ele lidera a disputa para o governo paulista. Doria aparece com 29% das intenções de voto, seguido por Paulo Skaf (MDB), presidente da Fiesp, que tem 20%. O atual governador, Márcio França (PSB), tem 8%, empatado com o ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT), que marca 7%. Outros 26% declaram voto em branco ou nulo

Doria é visto no PMDB e em parte do DEM como um potencial candidato à Presidência em 2018
Doria é visto no PMDB e em parte do DEM como um potencial candidato à Presidência em 2018 (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – "​Ao deixar a Prefeitura de São Paulo, João Doria (PSDB) atingiu o nível mais alto de reprovação a sua gestão na capital paulista. Nova pesquisa do Datafolha indica que dois a cada três moradores da cidade rejeitam a saída do tucano do cargo para concorrer ao governo estadual", informa o jornalista Bruno Boshossian. "Levantamento realizado dias depois da renúncia de Doria mostra que 47% dos paulistanos consideram sua administração ruim ou péssima. Na pesquisa anterior, feita em novembro, esse índice era de 39%."

No entanto, apesar da rejeição, ele lidera a disputa para o governo paulista. Doria é o primeiro colocado nos dois cenários pesquisados de quarta (11) a sexta-feira (13). Ele aparece com 29% das intenções de voto, seguido pelo presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), Paulo Skaf (PMDB), que tem 20%. O atual governador, Márcio França (PSB), tem 8%, empatado com o ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT), que marca 7%. Outros 26% declaram voto em branco ou nulo.


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247