Dissidentes do PSB vão apoiar João Leite em BH

Um grupo de cerca de 30 menbros do PSB, partido do prefeito Márcio Lacerda, anunciou apoio à candidatura do deputado estadual João Leite (PSB) à Prefeitura de Belo Horizonte; o grupo informou que não vai apoiar à candidatura de Paulo Brant (PSB), escolhido por Lacerda para ser o candidato do partido; eles dizem que a escolha da postulação de Brant foi feita pelo grupo político de Lacerda, sem que houvesse consulta aos dissidentes

João Leite (deputado estadual PSDB/MG)
João Leite (deputado estadual PSDB/MG) (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Um grupo de cerca de 30 dissidentes do PSB, partido do prefeito Márcio Lacerda, anunciou nessa quarta-feira (27) apoio à candidatura do deputado estadual João Leite (PSB) à Prefeitura de Belo Horizonte. O grupo informou que não vai apoiar à candidatura de Paulo Brant (PSB), escolhido por Lacerda para ser o candidato do partido.

“Respeitamos todos os candidatos à PBH, mas o projeto político chefiado pelo atual prefeito tendo como testa de ferro o empresário de Diamantina, Paulo Brant, é um modelo excludente que não encontra ressonância em nossa cidade, segregando até mesmo a pluralidade do partido que supostamente representam”, diz o texto se referindo à cidade natal de Brant, diretor-presidente da Cenibra - Celulose Nipo-Brasileira desde abril de 2010.

Muitos dos dissidentes já atuaram ao lado de João Leite quando era do PSB - ele deixou a legenda pessebista em 2005. Os integrantes do PSB reclamaram da forma como foi conduzida a indicação de Brant como candidato. Segundo Francisco Bispo, filiado ao PSB há três décadas, a escolha de Brant foi uma decisão do “prefeito e do grupo dele”.

“Não fomos consultados”, disse ele no encontro. Bispo afirmou, ainda, que 90% da militância histórica do partido não vai fazer campanha para Brant.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247