“Distritão não interessa ao Brasil”, diz Caetano

Vice-líder do PT na Câmara dos Deputados, o baiano Luiz Caetano diz que o chamado 'distritão', "além de dificultar a renovação, diminui a representatividade obtida com o sistema proporcional", adotado atualmente nas eleições para o Poder Legislativo; "Andaram o mundo inteiro e foram buscar exatamente o modelo do Afeganistão, esse tal Distritão, para um país continental que, só na Bahia, tem 417 Municípios. Trazem para cá um tal de Distritão, que não ajuda o povo brasileiro, que não consolida a democracia, que não traz a representatividade, como é hoje no sistema proporcional", critica Caetano

Luiz Caetano
Luiz Caetano (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Vice-líder do PT na Câmara dos Deputados, o baiano Luiz Caetano diz que o chamado 'distritão', "além de dificultar a renovação, diminui a representatividade obtida com o sistema proporcional", adotado atualmente nas eleições para o Poder Legislativo.

"Andaram o mundo inteiro e foram buscar exatamente o modelo do Afeganistão, esse tal Distritão, para um país continental que, só na Bahia, tem 417 Municípios. Trazem para cá um tal de Distritão, que não ajuda o povo brasileiro, que não consolida a democracia, que não traz a representatividade, como é hoje no sistema proporcional", critica Caetano.

O deputado aponta mais alguns motivos para rejeitar o 'distritão'. "Hoje, no sistema proporcional, todo voto é válido, nenhum voto é perdido. Se você vota em um candidato e esse candidato não se elege, os votos dele contam na legenda e ajudam a eleger um candidato que pensa da mesma forma que ele. Com o Distritão, isso acaba. É a personalização da política; a individualização do voto. A representativa da sociedade, que já é pequena, vai reduzir a zero", explica o petista.

Caetano diz ainda que o 'distritão' vai privilegiar quem tem mais dinheiro para realizar a campanha. "O distritão não interessa ao Brasil, não interessa à sociedade brasileira, interessa somente a alguns grupos, especialmente do ponto de vista econômico. Eu voto contra esse distritão".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247