Djokovic busca "vantagem mental" em parceira com Becker

A primeira missão de Boris Becker como técnico de Novak Djokovic será ajudar o tenista sérvio a conseguir "vantagem mental" quando estiver sob pressão nos Grand Slams, disse o atual campeão do Aberto da Austrália em Melbourne

Novak Djokovic of Serbia hits a return to David Ferrer of Spain during their final tennis match at  Mubadala World Tennis Championship in Abu Dhabi December 28, 2013. REUTERS/Rula Rouhana (UNITED ARAB EMIRATES - Tags: SPORT TENNIS)
Novak Djokovic of Serbia hits a return to David Ferrer of Spain during their final tennis match at Mubadala World Tennis Championship in Abu Dhabi December 28, 2013. REUTERS/Rula Rouhana (UNITED ARAB EMIRATES - Tags: SPORT TENNIS) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Ian Ransom

MELBOURNE, 9 Jan (Reuters) - A primeira missão de Boris Becker como técnico de Novak Djokovic será ajudar o tenista sérvio a conseguir "vantagem mental" quando estiver sob pressão nos Grand Slams, disse o atual campeão do Aberto da Austrália em Melbourne, nesta quinta-feira.

Djokovic, que vai buscar o quarto título seguido no Melbourne Park a partir de segunda-feira, anunciou no mês passado a contratação como técnico do alemão hexacampeão de Grand Slams para esta temporada.

Becker, de 46 anos, observou atentamente o torneio amistoso Kooyong Classic, em que Djokovic se preparou para o primeiro Grand Slam do ano com uma vitória por 7-5 e 6-1 sobre o argentino Juan Mónaco, número 42 do ranking mundial.

"Estou realmente feliz e honrado por ter Boris em nossa equipe como meu técnico", disse Djokovic em entrevista ao lado da quadra do Kooyong Lawn Tennis Club, que já foi sede do Aberto da Austrália até 1987.

"Sinceramente espero que ele possa trazer uma vantagem mental, porque ele reconhece as situações que um jogador de ponta enfrenta, especialmente durante os Grand Slams e a pressão e as expectativas, e os momentos decisivos", acrescentou.

"É nisso que mais esperamos trabalhar e melhor. E claro em alguns outros elementos do meu jogo. Eu nunca vou sacar tão bem quanto ele sacava, mas eu posso ao menos melhorar."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247