Dólar cai, mas segue vendido acima de R$ 4

Em um dia de trégua no mercado chinês, o dólar fechou esta sexta-feria, 8, cotado a R$ 4,040, em recuo de 0,34% ante o real; já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ecncerrou o dia perto da estabilidade, com pequena queda de 0,04% no índice Ibovespa, que chega aos 40.672 pontos

dolar
dolar (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em um dia de trégua no mercado chinês, o dólar fechou esta sexta-feria, 8, cotado a R$ 4,038 na compra e a R$ 4,040 na venda, recuo de 0,34% ante o real.

Já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava, pouco antes das 17h, perto da estabilidade, com pequena queda de 0,06% no índice Ibovespa, que chega aos 40.670 pontos.

A mudança constante das regras de negociações de ações na China, as desvalorizações na moeda promovida pelo governo e a desaceleração da segunda maior economia do mundo aumentaram a volatilidade nos mercados financeiros nessa primeira semana do ano.

Além da trégua na China, houve a divulgação de dados positivos em relação ao emprego nos Estados Unidos, que serviram para minimizar um pouco a aversão ao risco.

O indicador da folha de pagamentos do país ("payroll") mostra que foram criadas 292 mil vagas no mercado de trabalho americano em dezembro, acima do pouco mais de 200 mil esperados.

A interpretação é que esse dado pode apontar de fato para uma recuperação mais forte da maior economia do mundo ou, por outro lado, pode ser um efeito sazona, uma vez que o início do inverno foi mais brando. Já os dados de salários foram considerados fracos.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247