Doria deixa prefeitura sem cumprir promessas

Nem todos os 460 dias em que o prefeito João Doria esteve à frente da cidade de São Paulo foram dedicados à cidade; agendas lotadas, reuniões, visitas a bairros, fotos, viagens pelo país e uma queda imensa a popularidade marcam o momento final de sua gestão; o saldo são metas não cumpridas e promessas interrompidas

28/06/2017- Brasília- DF, Brasil- A bancada do PSDB na Câmara se reúne com o prefeito de São Paulo, João Doria Foto: Wilson Dias/EBC/FotosPúblicas
28/06/2017- Brasília- DF, Brasil- A bancada do PSDB na Câmara se reúne com o prefeito de São Paulo, João Doria Foto: Wilson Dias/EBC/FotosPúblicas (Foto: Gustavo Conde)

247 - O prefeito de São Paulo, João Doria, deixa o cargo hoje para se candidatar ao governo do estado.

"Após 15 meses no cargo e seguidas promessas de que permaneceria até 31 de dezembro de 2020, o prefeito João Doria (PSDB), 60, deixará a Prefeitura de São Paulo nesta sexta (6) com mil dias de mandato em aberto e distante de suas principais promessas.

Em reunião fechada com seus secretários, Doria entregará as chaves de seu gabinete, no 5º andar do edifício Matarazzo, no centro, para seu vice, Bruno Covas (PSDB), 37". Confira mais aqui, na reportagem de Arthur Rodrigues e Ricardo Seto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247