Doria diz que o PSDB não é Aécio Neves

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu uma investigação a contra o senador afastado Aécio Neves, ex-presidente nacional da legenda, sobre quem o empresário Joesley Batista, dono da JBS, pediu "pelo amor de Deus" para ele parar de propina; "Com todo respeito ao senador Aécio Neves, o PSDB não é Aécio Neves. O conjunto de valores históricos e de biografias do PSDB é mais amplo do que o Aécio Neves", diz Doria, em entrevista ao Estado de S. Paulo; tucano não disse, entretanto, se levaria chocolates para Aécio na prisão, como prometeu fazer com Lula, caso ele fosse preso

Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu uma investigação a contra o senador afastado Aécio Neves, ex-presidente nacional da legenda, sobre quem o empresário Joesley Batista, dono da JBS, pediu "pelo amor de Deus" para ele parar de propina; "Com todo respeito ao senador Aécio Neves, o PSDB não é Aécio Neves. O conjunto de valores históricos e de biografias do PSDB é mais amplo do que o Aécio Neves", diz Doria, em entrevista ao Estado de S. Paulo; tucano não disse, entretanto, se levaria chocolates para Aécio na prisão, como prometeu fazer com Lula, caso ele fosse preso
Prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu uma investigação a contra o senador afastado Aécio Neves, ex-presidente nacional da legenda, sobre quem o empresário Joesley Batista, dono da JBS, pediu "pelo amor de Deus" para ele parar de propina; "Com todo respeito ao senador Aécio Neves, o PSDB não é Aécio Neves. O conjunto de valores históricos e de biografias do PSDB é mais amplo do que o Aécio Neves", diz Doria, em entrevista ao Estado de S. Paulo; tucano não disse, entretanto, se levaria chocolates para Aécio na prisão, como prometeu fazer com Lula, caso ele fosse preso (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu uma investigação a contra o senador afastado Aécio Neves, ex-presidente nacional da legenda, sobre quem o empresário Joesley Batista, dono da JBS, pediu "pelo amor de Deus" para ele parar de propina (leia aqui). 

Segundo Doria, não, não se pode julgar o PSDB como um todo, face circunstâncias que envolvem algumas pessoas do PSDB. "Não é qualquer pessoa, logicamente. Mas, com todo respeito ao senador Aécio Neves, o PSDB não é Aécio Neves. O conjunto de valores históricos e de biografias do PSDB é mais amplo do que o Aécio Neves, repito, com todo o respeito que ele possa merecer pelos cargos que ocupou, pelo o que já fez no passado", diz Doria, em entrevista ao Estadão. 

O prefeito tucano voltou a atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Não se compara Lula com Aécio, são trajetórias distintas. O PSDB tem uma história bem diferente do PT, ainda que nesta circunstância você tenha algo que merece análise da Justiça", disse Doria, sem afirmar se levaria chocolates para Aécio na prisão, como prometeu fazer com Lula, caso ele fosse preso (relembre aqui). 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247