Doria: posição de Alckmin sobre Aécio é correta

O pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB João Doria disse ser correta a declaração do presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, para quem o ideal é que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não seja candidato nas eleições deste ano; "Cabe evidentemente, não obstante a manifestação feita pelo governador Geraldo Alckmin, a decisão ao próprio Aécio Neves, que foi presidente do PSDB e tem direito a própria defesa e certamente a fará no âmbito de Minas Gerais", afirmou Doria

O pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB João Doria disse ser correta a declaração do presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, para quem o ideal é que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não seja candidato nas eleições deste ano; "Cabe evidentemente, não obstante a manifestação feita pelo governador Geraldo Alckmin, a decisão ao próprio Aécio Neves, que foi presidente do PSDB e tem direito a própria defesa e certamente a fará no âmbito de Minas Gerais", afirmou Doria
O pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB João Doria disse ser correta a declaração do presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, para quem o ideal é que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não seja candidato nas eleições deste ano; "Cabe evidentemente, não obstante a manifestação feita pelo governador Geraldo Alckmin, a decisão ao próprio Aécio Neves, que foi presidente do PSDB e tem direito a própria defesa e certamente a fará no âmbito de Minas Gerais", afirmou Doria (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB João Doria disse nesta quinta-feira (19) ser correta a declaração do presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, para quem o ideal é que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não seja candidato nas eleições deste ano.

"A posição que o governador Alckmin colocou é a posição correta. Cabe evidentemente, não obstante a manifestação feita pelo governador Geraldo Alckmin, a decisão ao próprio Aécio Neves, que foi presidente do PSDB e tem direito a própria defesa e certamente a fará no âmbito de Minas Gerais", afirmou Doria, que deixou a prefeitura para disputar o governo estadual. A declaração foi concedida à Rádio Bandeirantes.

Aécio se tornou réu no Supremo Tribunal Federal, acusado de pedir propina de R$ 2 milhões à JBS e obstrução de Justiça. O pedido de propina foi revelado em gravação da Polícia Federal, o que deixou Aécio enfraquecido no PSDB. O tucano já havia perdido a eleição presidencial de 2014 em seu próprio reduto eleitoral (Minas) tanto no primeiro como no segundo turno.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247