Doria posou com líder de invasão que, segundo ele, foi financiada por facção

O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador paulista, João Doria (PSDB), posou para foto ao lado de Ananias Pereira (de camisa vermelha), coordenador do Movimento Social de Luta pela Moradia (MSLM) que ocupava o edifício que desabou no centro de São Paulo; nesta semana, o tucano afirmou que o local era ocupado por uma facção criminosa. O tucano, no entanto, não deu explicações sobre a acusação;​ "O prédio foi invadido e parte desta invasão financiada e ocupada por uma facção criminosa", disse 

O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador paulista, João Doria (PSDB), posou para foto ao lado de Ananias Pereira (de camisa vermelha), coordenador do Movimento Social de Luta pela Moradia (MSLM) que ocupava o edifício que desabou no centro de São Paulo; nesta semana, o tucano afirmou que o local era ocupado por uma facção criminosa. O tucano, no entanto, não deu explicações sobre a acusação;​ "O prédio foi invadido e parte desta invasão financiada e ocupada por uma facção criminosa", disse 
O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador paulista, João Doria (PSDB), posou para foto ao lado de Ananias Pereira (de camisa vermelha), coordenador do Movimento Social de Luta pela Moradia (MSLM) que ocupava o edifício que desabou no centro de São Paulo; nesta semana, o tucano afirmou que o local era ocupado por uma facção criminosa. O tucano, no entanto, não deu explicações sobre a acusação;​ "O prédio foi invadido e parte desta invasão financiada e ocupada por uma facção criminosa", disse  (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato a governador paulista, João Doria (PSDB), posou para foto ao lado de Ananias Pereira, coordenador do Movimento de Luta Social pela Moradia (MLSM) que ocupava o edifício que desabou no centor de São Paulo.

Na foto, Doria aparece ao lado de Ananias (de camisa vermelha) e de outro homem que faz o característico sinal de acelera, uma das marcas da gestão passada —​Doria deixou o cargo após apenas 15 meses de gestão.

Nesta semana, o tucano afirmou que o local era ocupado por uma facção criminosa. O tucano, no entanto, não deu explicações sobre a acusação. ​ "O prédio foi invadido e parte desta invasão financiada e ocupada por uma facção criminosa", disse na terça-feira (1).

A foto foi tirada na festa de aniversário, no ano passado, do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) - que também posou como Ananias-, e postada pelo próprio coordenador do Movimento de Luta Social por Moradia em sua página de uma rede social.

As informações são da Folha de S. Paulo

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247