Doria quer usar Minha Casa, Minha Vida para reformar cortiços e abrigos em SP

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pretende surfar na onda do programa federal Minha Casa, Minha Vida, criado no governo Lula, para fazer benfeitorias específicas na capital paulista, como reformar cortiços e abrigos para moradores de rua; o prefeito já conversou com o também tucano Bruno Araújo, ministro das Cidades, sobre recursos; técnicos do governo agora avaliam se precisará mudar a legislação para isso; com o risco de Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, citados na Lava Jato, não conseguirem se candidatar pelo PSDB em 2018, Doria vem tendo o nome testado

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pretende surfar na onda do programa federal Minha Casa, Minha Vida, criado no governo Lula, para fazer benfeitorias específicas na capital paulista, como reformar cortiços e abrigos para moradores de rua; o prefeito já conversou com o também tucano Bruno Araújo, ministro das Cidades, sobre recursos; técnicos do governo agora avaliam se precisará mudar a legislação para isso; com o risco de Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, citados na Lava Jato, não conseguirem se candidatar pelo PSDB em 2018, Doria vem tendo o nome testado
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pretende surfar na onda do programa federal Minha Casa, Minha Vida, criado no governo Lula, para fazer benfeitorias específicas na capital paulista, como reformar cortiços e abrigos para moradores de rua; o prefeito já conversou com o também tucano Bruno Araújo, ministro das Cidades, sobre recursos; técnicos do governo agora avaliam se precisará mudar a legislação para isso; com o risco de Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, citados na Lava Jato, não conseguirem se candidatar pelo PSDB em 2018, Doria vem tendo o nome testado (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pretende surfar na onda do programa federal Minha Casa, Minha Vida, criado no governo Lula, para fazer benfeitorias específicas na capital paulista, como reformar cortiços e abrigos para moradores de rua.

Segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Doria já teria conversado com o também tucano Bruno Araújo, ministro das Cidades, sobre recursos para tal finalidade. Agora, técnicos do governo avaliam se a legislação precisará ser mudada para isso.

Com o risco de Aécio Neves, o Mineirinho, Geraldo Alckmin, o Santo, e José Serra, o Careca, todos citados na Lava Jato, não conseguirem se candidatar pelo PSDB em 2018, Doria já vem tendo o nome testado pela direita no País (leia mais).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247