É "tranquila" área de loja assaltada 2 vezes em 1 mês

Matéria do Correio traz relatos de diversos moradores e comerciantes da Barra, de Ondina e da Graça sobre ação dos bandidos e falta de policiamento na área; curioso é o que responde as polícias Civil e Militar; sobre roubo nas residências, a Civil justifica que "boa parte dos prédios da Barra e da Graça foi projetada para uma época em que não havia assaltos, o acesso é muito fácil"; PM respondeu sobre assaltos a pontos comerciais; "Não temos muitas dificuldades, porque temos várias viaturas. E o policiamento só melhorou com o passar dos anos. São policiais bem treinados, de elite"; então os cidadãos são mentirosos? É isso?

É "tranquila" área de loja assaltada 2 vezes em 1 mês
É "tranquila" área de loja assaltada 2 vezes em 1 mês

Bahia 247

O fechamento da loja matriz da doceria Viva Gula, no Jardim Brasil, por causa de dois assaltos em menos de um mês, desencadeou uma série de relatos da ação dos bandidos no bairro da Barra. Matéria do Correio nesta sexta-feira (3) traz declarações de vários comerciantes e moradores, além da Barra, dos bairros de Ondina e Graça, também de área nobre da cidade.

A farmacêutica Elizabeth Moreira, que trabalha em uma farmácia no Porto da Barra, disse que não se sente segura mesmo trabalhando em frente a um módulo da PM. "Estou aqui há dois meses e já vi de tudo: assalto, tiro, tentativa de homicídio. Os que circulam por aqui não roubam, mas tem assalto dos que vêm de fora. O fato de a polícia estar ali não muda nada".

Outra comerciante que trabalha na Rua da Graça e não quis se identificar disse que as rondas policiais praticamente não existem e, mesmo quando alguma viatura passa, os assaltos acontecem. "Eu já fui assaltada aqui. Quando a viatura passa, o ladrão passa atrás e te rouba".

Contudo, ao contrário dos relatos dos comerciantes e dos moradores, a Polícia Militar disse ao Correio que a área é uma das mais protegidas da cidade. E a culpa acaba indo para os arquitetos que projetaram casas e prédios da região.

Segundo o chefe do SI da 14ª Delegacia, Elson Caldas, a arquitetura da região facilita a ação dos bandidos, não só em casas comerciais, mas em residências. "Boa parte dos prédios da Barra e da Graça foi projetada para uma época em que não havia assaltos, o acesso é muito fácil".

A Polícia Militar também garante que está tudo tranquilo. "Não temos muitas dificuldades, porque temos várias viaturas. E o policiamento só melhorou com o passar dos anos. São policiais bem treinados, de elite", afirma o capitão Márcio Silva, da 11ª Companhia Independente da PM (Barra/Graça). Segundo ele, a região é uma das mais "tranquilas" de Salvador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247