Eduardo tem agenda cheia em Brasília

Governador de Pernambuco se encontrará nesta terça-feira com 13 senadores do PTB, PSC, PR e PPL, que formam o bloco União e Força; as reuniões estão sendo articuladas a fim de estreitar o relacionamento com os parlamentares insatisfeitos com o tratamento dado pela presidente Dilma e ampliar o apoio político em torno do provável candidato rumo ao seu projeto presidencial em 2014

Eduardo tem agenda cheia em Brasília
Eduardo tem agenda cheia em Brasília (Foto: Sergio Lima/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – O governador de Pernambuco e potencial candidato a presidente da República, Eduardo Campos (PSB), se encontrará nesta terça-feira (16) com 13 senadores do PTB, PSC, PR e PPL, que formam o bloco União e Força, para tratar de pautas como o Pacto Federativo e a renegociação das dívidas dos estados com a União. As reuniões estão sendo articuladas pelos parlamentares Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) e Armando Monteiro (PTB-PE). O objetivo é estreitar o relacionamento com os parlamentares insatisfeitos com o tratamento dado pela presidente Dilma Rousseff (PT) e ampliar o apoio político em torno do governador rumo ao seu projeto presidencial em 2014.

O pessebista se encontrará com integrantes do bloco que representam o Piauí, Alagoas, Mato Grosso, Roraima, Amazonas, Sergipe, São Paulo, Tocantins, Espírito Santo, Maranhão e Distrito Federal. Campos colocará em pauta temas de relevância nacional, como a redução de 13% para 9% do indexador de dívidas de estados e municípios com a União.

“O Governo fez um enorme esforço para baixar a taxa Selic, a taxa básica de juros, e não podemos deixar que os estados e municípios continuem a pagar uma taxa de referência que é quase o dobro da taxa de juro da Selic”, afirmou o governador à Imprensa. À noite, Campos se encontrará com outros senadores. Estarão presentes no encontro parlamentares de Santa Catarina, como Luiz Henrique e Cassildo Maldaner, do Mato Grosso do Sul (Wladimir Moka) e do Espírito Santo (Ricardo Ferraço) – todos da ala dissidente do PMDB. Também está prevista a presença de Cristovam Buarque (DF) e Pedro Taques (MT), ambos do PDT; Ana Amélia (PP-RS) e Jaime Campos (DEM-MT).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247