Eleições: Almeida critica o que chama de jogo sujo nas redes sociais

O pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Maceió, Cícero Almeida, afirmou, durante evento na sede do partido, em Mangabeiras, que há um "jogo sujo" nas redes sociais na campanha política para as próximas eleições municipais; segundo o peemedebista, TRE deve acompanhar a repercussão política para evitar que os candidatos sejam prejudicados; o deputado falou, no entanto, que não se sente preocupado com a situação; "Quando se começa a misturar a vida pessoal com a política passa a haver uma descaracterização das redes sociais para um processo político. Momentaneamente há um jogo sujo já acontecendo, mas não estou preocupado com isso. Estou focado nas eleições que se avizinham", destacou

O pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Maceió, Cícero Almeida, afirmou, durante evento na sede do partido, em Mangabeiras, que há um "jogo sujo" nas redes sociais na campanha política para as próximas eleições municipais; segundo o peemedebista, TRE deve acompanhar a repercussão política para evitar que os candidatos sejam prejudicados; o deputado falou, no entanto, que não se sente preocupado com a situação; "Quando se começa a misturar a vida pessoal com a política passa a haver uma descaracterização das redes sociais para um processo político. Momentaneamente há um jogo sujo já acontecendo, mas não estou preocupado com isso. Estou focado nas eleições que se avizinham", destacou
O pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Maceió, Cícero Almeida, afirmou, durante evento na sede do partido, em Mangabeiras, que há um "jogo sujo" nas redes sociais na campanha política para as próximas eleições municipais; segundo o peemedebista, TRE deve acompanhar a repercussão política para evitar que os candidatos sejam prejudicados; o deputado falou, no entanto, que não se sente preocupado com a situação; "Quando se começa a misturar a vida pessoal com a política passa a haver uma descaracterização das redes sociais para um processo político. Momentaneamente há um jogo sujo já acontecendo, mas não estou preocupado com isso. Estou focado nas eleições que se avizinham", destacou (Foto: Leonardo Lucena)

Larissa Bastos e Jobison Barros, GazetaWeb.com

O pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Maceió, Cícero Almeida, afirmou nesta sexta-feira (8), durante evento na sede do partido, em Mangabeiras, que há um "jogo sujo" nas redes sociais na campanha política para as próximas eleições municipais.

Para Almeida, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deve acompanhar a repercussão política para evitar que os candidatos sejam prejudicados. O deputado falou, no entanto, que não se sente preocupado com a situação.

"Quando se começa a misturar a vida pessoal com a política passa a haver uma descaracterização das redes sociais para um processo político. Momentaneamente há um jogo sujo já acontecendo, mas não estou preocupado com isso. Estou focado nas eleições que se avizinham", destacou.

Segundo Almeida, os maceioenses vão julgar a história política de 15 anos e uma administração "com 85% de aprovação". "Quando começar realmente a campanha, vamos discutir projetos. Quem acertou e errou mais a sociedade vai decidir", pontuou o pré-candidato. 

Questionado sobre as especulações sobre o vice, o pré-candidato afirmou que ainda não há uma definição, mas que, em breve, os eleitores saberão quem vai compor a chapa. "Não foi discutido e acredito que isso aconteça nos próximos dias. Nem nomes foram citados ainda e não adianta cogitar a, b ou c. Espero que, dentro do PMDB, a gente chegue a um consenso para trazer alguém que possa agregar, um vice parceiro que fale a mesma linguagem. Essa oportunidade não tive durante oito anos, infelizmente, por uma briga de família que envolvia minha vice-prefeita e o pai dela. Eu não queria contrariar nem um nem outro e acabei levando a carga sozinho".

Já sobre a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à presidência da Câmara Federal, Almeida disse que o parlamentar já deveria ter feito isso antes ao passo em que o parabenizou pela atitude. 

"Estou em Alagoas, mas acho que ele já deveria ter feito isso, assim como a presidente Dilma. Eles deveriam deixar o Brasil continuar, porque o País é mais forte. O povo brasileiro é mais forte que qualquer político e eles já deveriam ter se afastado. O Brasil precisa crescer e a Câmara precisa seguir. Temos pessoas lá altamente preparadas, que conhecem a Câmara. Não com o nível de conhecimento dele, porque, apesar das denúncias e de tudo o que aconteceu, ele tem o regimento da Casa na mente e é altamente preparado. Se, durante o decorrer da vida política, o pessoal dele fez algo que o comprometeu, lamentavelmente hoje ele está sendo responsabilizado", alfinetou Almeida. 

Lançamento do site

O PMDB lançou nesta manhã um site para ouvir propostas dos maceioenses. Almeida explicou que a ferramenta criada pela Fundação Ulysses Guimarães (FUG) não tem relação com a campanha. 

"O site foi consolidado com êxito em várias capitais e as informações que tenho são as melhores. É uma ferramenta importante e, como deputado federal e candidato a prefeito, obviamente me interessa muito. Tudo que venha discutir Alagoas, que tenha a participação da sociedade, é positivo", comentou. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247