Eleitor não poderá baixar aplicativo domingo para justificar ausência

Para evitar sobrecarga, o aplicativo e-Título, do TSE, só poderá ser baixado para justificar a ausência na votação do segundo turno das eleições até 23h59 de sábado (28)

Aplicativo e-Título.
Aplicativo e-Título. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Conjur - Para evitar sobrecarga no sistema, como aconteceu no primeiro turno (15), o Tribunal Superior Eleitoral vai bloquear o download do aplicativo e-Título neste domingo (29), data do segundo turno das eleições municipais. O programa para celular é uma versão digital do título de eleitor e pode ser utilizado para justificar ausência na votação, por exemplo.

No primeiro turno, muitos eleitores não conseguiram utilizar o aplicativo. Naquela data, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse que o sistema teve uma instabilidade devido a quantidade de gente que "deixou para baixar em cima da hora".

O tribunal afirma que aproximadamente 16 milhões de eleitores já têm o aplicativo, o que equivale a aproximadamente 10% do eleitorado brasileiro. No primeiro turno, 2,2 milhões de pessoas utilizaram o programa para justificar suas ausências.

O e-Título poderá ser baixado até as 23h59 de sábado (28). No domingo, somente será permitido o download de atualizações do aplicativo (para quem estiver com a versão desatualizada). O acesso ao programa será normal ao longo do dia para quem já tiver baixado.

Além da justificativa, o e-Título pode ser usado para consultar o local de votação, verificar a situação do eleitor e para a identificação do votante na seção eleitoral.

O aplicativo do TSE pode ser baixado gratuitamente nas lojas de download Play Store e App Store, dos sistemas operacionais Android e iOS.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247