Eliane cobra respeito de Daniel a prefeitos que deixaram PMDB

Em resposta ao deputado federal Daniel Vilela (PMDB), que ofendeu os oito prefeitos que trocaram o seu partido pela base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB), a deputada estadual Eliane Pinheiro (PMN) afirma que o pré-candidato a governador do PMDB furta-se de fazer uma autocrítica necessária; “Daniel não deveria fechar os olhos para o que está realmente acontecendo”, afirma Eliane. “Se os prefeitos mudaram de partido, é porque alguma coisa está errada no PMDB”

Em resposta ao deputado federal Daniel Vilela (PMDB), que ofendeu os oito prefeitos que trocaram o seu partido pela base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB), a deputada estadual Eliane Pinheiro (PMN) afirma que o pré-candidato a governador do PMDB furta-se de fazer uma autocrítica necessária; “Daniel não deveria fechar os olhos para o que está realmente acontecendo”, afirma Eliane. “Se os prefeitos mudaram de partido, é porque alguma coisa está errada no PMDB”
Em resposta ao deputado federal Daniel Vilela (PMDB), que ofendeu os oito prefeitos que trocaram o seu partido pela base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB), a deputada estadual Eliane Pinheiro (PMN) afirma que o pré-candidato a governador do PMDB furta-se de fazer uma autocrítica necessária; “Daniel não deveria fechar os olhos para o que está realmente acontecendo”, afirma Eliane. “Se os prefeitos mudaram de partido, é porque alguma coisa está errada no PMDB” (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Em resposta ao deputado federal Daniel Vilela (PMDB), que ofendeu os oito prefeitos que trocaram o seu partido pela base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB), a deputada estadual Eliane Pinheiro (PMN) afirma que o pré-candidato a governador do PMDB furta-se de fazer uma autocrítica necessária.

“Daniel não deveria fechar os olhos para o que está realmente acontecendo”, afirma Eliane. “Se os prefeitos mudaram de partido, é porque alguma coisa está errada no PMDB”. Migraram para o ninho tucano os agora ex-peemedebistas Dr. Adolpho (Santo Antônio do Descoberto), Zazá Elói (Hidrolina), Afrânio Ferreira (Fazenda Nova), Leide Ramos (Santo Antônio da Barra) e Joelton Bernardo (Araçu). Ao PP, filiaram-se Flávio Júnior (Arenópolis) e Márcia Bernardino (Araguapaz).

À coluna Giro, do jornal O Popular, e mais recentemente ao programa Balanço Geral, da TV Record, Daniel disse que deixaram o PMDB apenas os prefeitos “inexperientes” o bastante para “caírem na conversa do governo”. Eliane lembra que, há até pouco tempo, o filho do ex-governador Maguito Vilela elogiava estes prefeitos e incluía-nos na geração de jovens políticos que “iam mudar Goiás”.

“Da mesma forma como o governo respeitou estes prefeitos quando eles eram de oposição, é fundamental que Daniel os respeite agora. Ele não pode ser despeitado a ponto de ofender antigos companheiros”, responde a deputada Eliane. “Está na hora de o deputado mostrar que entende o que significa democracia e liberdade de manifestação na política”.

Não foi só o PMDB que perdeu quadros para a base aliada. O DEM, do senador Ronaldo Caiado, deu adeus a Thiago Rocha (Faina), Wisner Araújo (Corumbaíba), Marconni Pimenta (Britânia) e Odair do Odélio (Bom Jardim). O PRTB pediu Dr. Mateus para o PSDB. Do Pros saíram os prefeitos Davi (Planaltina), Weber Reis (Sítio d’Abadia) e Flávio Tatu (Mara Rosa). O PSB da senadora Lúcia Vânia ficou menor com a desfiliação de Vinícius (Edealina) e Jairo Gomes (Cristianópolis). Completam a lista de novos filiados do PSDB o ex-PDT João Rios (Cumari), o ex-PR Fabinho Buzina (Avelinópolis) e o ex-PHS Wygnerley Morais (Jesúpolis).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247