Eliton ganha musculatura e é o candidato de Marconi

Filiação do vice-governador ao PSDB, na semana passada, é mais um passo na construção da caminhada de José Eliton rumo à sucessão estadual de 2018; respaldado por Marconi e entregando lealdade extrema ao governador, Eliton cresceu em 2015 ao tomar frente de articulações políticas dentro da base; vice ainda comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e é responsável por tocar o programa Inova Goiás, que nasce com o objetivo de se tornar a marca principal do quarto governo de Marconi; "Marconi Perillo criou uma estrutura para que o vice-governador, como secretário, possa operar a máquina como se fosse uma espécie de governador-adjunto", afirma editorial do Jornal Opção deste domingo

Filiação do vice-governador ao PSDB, na semana passada, é mais um passo na construção da caminhada de José Eliton rumo à sucessão estadual de 2018; respaldado por Marconi e entregando lealdade extrema ao governador, Eliton cresceu em 2015 ao tomar frente de articulações políticas dentro da base; vice ainda comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e é responsável por tocar o programa Inova Goiás, que nasce com o objetivo de se tornar a marca principal do quarto governo de Marconi; "Marconi Perillo criou uma estrutura para que o vice-governador, como secretário, possa operar a máquina como se fosse uma espécie de governador-adjunto", afirma editorial do Jornal Opção deste domingo
Filiação do vice-governador ao PSDB, na semana passada, é mais um passo na construção da caminhada de José Eliton rumo à sucessão estadual de 2018; respaldado por Marconi e entregando lealdade extrema ao governador, Eliton cresceu em 2015 ao tomar frente de articulações políticas dentro da base; vice ainda comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e é responsável por tocar o programa Inova Goiás, que nasce com o objetivo de se tornar a marca principal do quarto governo de Marconi; "Marconi Perillo criou uma estrutura para que o vice-governador, como secretário, possa operar a máquina como se fosse uma espécie de governador-adjunto", afirma editorial do Jornal Opção deste domingo (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O vice-governador José Eliton superou a desconfiança dos colegas de base, venceu o ciúme daqueles que sempre estiveram ao lado do governador Marconi Perillo e focado no trabalho tornou-se o nome do governo para a sucessão estadual de 2018. O crescimento do vice, claro, tem a ver com a experiência política de Marconi, que sempre abriu espaço para que Eliton crescesse, mas também é resultado de um plano agregador colocado em prática pelo próprio vice-governador.

Com o respaldo de Marconi e entregando lealdade ao governador, Eliton virou naturalmente o maior nome da base aliada. O status ficou ainda mais forte na semana passada quando acertou sua filiação ao PSDB. O evento que marcou a chegada ao ninho tucano teve a presença do senador Aécio Neves e o prefeito de Catalão, Jardel Sebba, aproveitou a festa para lançar Eliton ao pleito de 2018.

"Hoje, pode-se dizer que José Eliton tem um status de quase-governador. Marconi Perillo criou uma estrutura para que o vice-governador, como secretário, possa operar a máquina como se fosse uma espécie de governador-adjunto", diz editorial do Jornal Opção neste domingo.

Eliton comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que colhe os frutos do crescimento de Goiás mesmo em tempos de crise, e será o responsável por tocar o programa Inova Goiás, lançado em no começo deste mês e que foi criado para ser a marca do quarto mandato de Marconi. 

"José Eliton está ganhando musculatura, sua desenvoltura é cada vez maior. É, no momento, a aposta do tucano-chefe. Ser candidato a governador vai depender dele e das circunstâncias", afirma o Opção.

Em 2015, José Nelto avançou ao ampliar sua atuação política dentro da base aliada. O trabalho de articulação rompeu as salas do gabinete e Nelto foi peça decisiva na filiação de novas lideranças tanto no PP, seu ex-partido, como no PSDB. O vice-governador deixou de ser apenas um secretário cumpridor de funções e assumiu posição de articulador político, o que o fez ganhar pontos com Marconi.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247