Eliton: objetivo é zerar déficit de cirurgias eletivas

Doze horas após apresentar, nesta segunda-feira (23), o 3.º Turno da Saúde, o governador José Eliton esteve no Hospital Estadual Geral de Goiânia Doutor Alberto Rassi (HGG) para acompanhar a primeira noite de funcionamento do programa; no início da noite, dez pacientes se dirigiam para o centro cirúrgico e cerca de 80 já estavam registrados para serem consultados na unidade; horário de atendimento do Programa 3.º Turno da Saúde nas unidades estaduais hospitalares será feito de segunda a sexta-feira, das 18 às 23 horas. Nos sábados o atendimento será das 7 às 19 horas no Crer, e das 7 às 17 horas no HGG

Doze horas após apresentar, nesta segunda-feira (23), o 3.º Turno da Saúde, o governador José Eliton esteve no Hospital Estadual Geral de Goiânia Doutor Alberto Rassi (HGG) para acompanhar a primeira noite de funcionamento do programa; no início da noite, dez pacientes se dirigiam para o centro cirúrgico e cerca de 80 já estavam registrados para serem consultados na unidade; horário de atendimento do Programa 3.º Turno da Saúde nas unidades estaduais hospitalares será feito de segunda a sexta-feira, das 18 às 23 horas. Nos sábados o atendimento será das 7 às 19 horas no Crer, e das 7 às 17 horas no HGG
Doze horas após apresentar, nesta segunda-feira (23), o 3.º Turno da Saúde, o governador José Eliton esteve no Hospital Estadual Geral de Goiânia Doutor Alberto Rassi (HGG) para acompanhar a primeira noite de funcionamento do programa; no início da noite, dez pacientes se dirigiam para o centro cirúrgico e cerca de 80 já estavam registrados para serem consultados na unidade; horário de atendimento do Programa 3.º Turno da Saúde nas unidades estaduais hospitalares será feito de segunda a sexta-feira, das 18 às 23 horas. Nos sábados o atendimento será das 7 às 19 horas no Crer, e das 7 às 17 horas no HGG (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Doze horas após apresentar, nesta segunda-feira (23/4), o 3.º Turno da Saúde, o governador José Eliton esteve no Hospital Estadual Geral de Goiânia Doutor Alberto Rassi (HGG) para acompanhar a primeira noite de funcionamento do programa. No início da noite, dez pacientes se dirigiam para o centro cirúrgico e cerca de 80 já estavam registrados para serem consultados na unidade, no Setor Oeste.

O horário de atendimento do Programa 3.º Turno da Saúde nas unidades estaduais hospitalares será feito de segunda a sexta-feira, das 18 às 23 horas. Nos sábados o atendimento será das 7 às 19 horas no Crer, e das 7 às 17 horas no HGG. Vicente Barbosa Neto, de 35 anos, aguardava há dois anos e meio por uma cirurgia de ligamento do joelho, e comemorava o fato de ser um dos primeiros pacientes atendidos no primeiro dia do Programa 3.º Turno da Saúde.

“Eles me ligaram na sexta-feira e no sábado mesmo eu já fui internado. Necessito muito dessa cirurgia, assim como muitas pessoas que têm a esperança nesse terceiro turno. Estou muito feliz. Logo que sair daqui vou para Trindade, a pé, pagar promessa, e depois vou jogar bola”, brincou.

Cristiane de Freitas Borges, de 45 anos, aguardava há quatro por uma cirurgia cardíaca. Nesta noite, foi chamada para se consultar com um cardiologista e dar início aos exames pré-operatórios. “Esse programa é muito importante para mim, porque eu já estava há quatro anos na fila de espera. E é importante também para a sociedade, porque vai desafogar essa fila de espera, com um atendimento de excelência”, avaliou.

O governador conversou com os pacientes, ouviu elogios e agradecimentos, e ressaltou que a partir de 30 de abril, o atendimento será estendido para as demais unidades de saúde do Estado. A estimativa é realizar mais de sete mil cirurgias até o final deste ano.

“Isso só é possível porque temos uma rede de excelentes hospitais. Até o final do ano, a expectativa é zerar a demanda por essas cirurgias. Esse é um programa de Estado, não é um programa de governo. É um programa permanente, cujo objetivo é zerar esse déficit, e depois organizar o fluxo normal para que não sejam formadas novas filas”, explicou José Eliton.

O governador de Goiás ressaltou que a realização das cirurgias eletivas é uma atribuição dos municípios, mas o Governo do Estado, diante de uma fila de espera de 23.890 pessoas, em Goiânia, está assumiu parte da responsabilidade para garantir o atendimento aos cidadãos.

O investimento global no programa é de R$ 100 milhões. A estimativa é de realização de 11.630 exames especializados/mês, 5.236 consultas/mês e 925 cirurgias/mês em oftalmologia, urologia, neurologia, dermatologia, cirurgia geral, angiologia, entre outras especialidades. A previsão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é de que o Programa 3º Turno tenha duração de oito meses, com planejamento para realizar 142 mil atendimentos até 31 dezembro deste ano.

Determinado a ampliar os avanços conquistados pela Saúde Pública Estadual a partir da adoção do modelo de gestão compartilhada com Organizações Sociais (OS), o governador José Eliton apresentou em detalhes nesta segunda-feira (23/4), o Programa Mais Saúde Para Todos os Goianos, que institui o 3.º Turno da Saúde.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247