Eliton poderá se filiar ao PSDB ainda este ano

Assunto foi tratado na última quarta-feira no diretório nacional do PP, em Brasília, com o presidente e senador Ciro Nogueira, confirma coluna Giro, do jornal O Popular; articulação ainda prevê a filiação do senador Wilder Moraes (DEM) ao PP, que deseja concorrer à reeleição pela chapa governista; Nogueira não tem feito obstáculo à filiação de Eliton no PSDB, até porque o PP ganharia um senador; Eliton é homem de confiança do governador Marconi Perillo

Na foto Jose Eliton, Vice Governador de Goias.
Materia sobre entrevista - O Hoje De Frente Com O Poder.
Editoria de Politica.
11/02/2014
Foto: Demian Duarte
Na foto Jose Eliton, Vice Governador de Goias. Materia sobre entrevista - O Hoje De Frente Com O Poder. Editoria de Politica. 11/02/2014 Foto: Demian Duarte (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O vice-governador José Eliton (PP) poderá se filiar ainda neste ano ao PSDB para disputar em 2018 a sucessão de Marconi Perillo, confirma a coluna Giro, do jornal O Popular.

De acordo com Jarbas Rodrigues, o assunto foi tratado na última quarta-feira (12) no diretório nacional do PP, em Brasília, com o presidente e senador Ciro Nogueira. A articulação ainda prevê a filiação do senador Wilder Moraes (DEM) ao PP, que deseja concorrer à reeleição pela chapa governista. Nogueira não tem feito obstáculo à filiação de Eliton no PSDB, até porque o PP ganharia um senador.

José Eliton foi o primeiro nome do novo governo, nomeado chefe de uma das principais secretarias de Marconi, a de Desenvolvimento Econômico do Estado de Goiás. Um aceno de que o vice é preparado para a sucessão estadual de 2018.

Além disso, Eliton se tornou homem de confiança de Marconi ao romper com o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM), que era seu padrinho político. Ele surgiu em 2010 para a vice por indicação de Caiado e aos poucos foi se aproximando do governador até entrar em conflito com o atual senador.

“O desfecho desta articulação pode sair em breve, mas existem detalhes nos planos estadual e nacional que ainda precisam ser costurados”, diz uma fonte palaciana ao Giro.

Eliton nega que tenha tratado deste assunto ontem em Brasília. Diz que sua agenda foi viabilizar operação de US$ 100 milhões do BID para Goiás.

O governador Marconi ficaria com a vaga que resta ao Senado, embora o tucano tenha se dedicado a um projeto nacional.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email