Elon Musk negocia com grupo israelense de inteligência artificial Cortica

As discussões com a Cortica podem levar a um investimento ou, até mesmo, uma aquisição, disse o Globes.

Elon Musk negocia com grupo israelense de inteligência artificial Cortica
Elon Musk negocia com grupo israelense de inteligência artificial Cortica (Foto: Stephen Lam / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - O bilionário do Vale do Silício Elon Musk esteve em Israel para discutir uma colaboração entre a empresa de carros elétricos Tesla e a firma de inteligência artificial Cortica, informou o site de notícias financeiras Globes nesta terça-feira. 

As discussões com a Cortica podem levar a um investimento ou, até mesmo, uma aquisição, disse o Globes.

A Cortica diz que sua tecnologia permite que carros autônomos identifiquem partes móveis em seu ambiente e tomem decisões informadas, até mesmo prevendo mudanças que possam ocorrer em seu entorno.

Autoridades da Cortica não puderam ser imediatamente contatadas para comentar o assunto.

A Cortica arrecadou quase 70 milhões de dólares desde que foi fundada em 2007. Os investidores incluem a Horizons Ventures, sediada em Hong Kong, e a Mail.ru Group, da Rússia , de acordo com o Start-Up National Central.

A Tesla colaborou anteriormente com a empresa israelense Mobileye, mas as companhias se separaram em 2016 após um acidente fatal envolvendo um Tesla Model S usando o Autopilot, um sistema semi-automatizado projetado para auxiliar na direção, mas não para substituir o motorista.

A Intel adquiriu a Mobileye no ano passado por 15,3 bilhões de dólares.

A visita de Musk a Israel foi destacada por vários sites, incluindo o Globes, depois que ele postou um vídeo de si mesmo no Instagram em um bar em Jerusalém.

Por Tova Cohen

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247