Em artigo, Kátia Abreu confunde pensadores gregos

Em artigo onde defendia o anúncio dos R$ 156 bilhões do governo federal para o Plano Safra 2014/2015, publicado na Folha de S. Paulo no último sábado, a senadora Kátia Abreu (PMDB) quis parafrasear o filósofo grego Aristóteles usando famosa frase "dê-me uma alavanca que moverei o mundo", ao referir que o agronegócio tem a capacidade de mover a economia do Brasil; só que a senadora trocou as bolas e atribuiu a Aristóteles, inclusive no título do artigo, uma frase que é na verdade do pensador, também grego, Arquimedes; dois dias depois a Folha publicou um "Erramos"

Em artigo onde defendia o anúncio dos R$ 156 bilhões do governo federal para o Plano Safra 2014/2015, publicado na Folha de S. Paulo no último sábado, a senadora Kátia Abreu (PMDB) quis parafrasear o filósofo grego Aristóteles usando famosa frase "dê-me uma alavanca que moverei o mundo", ao referir que o agronegócio tem a capacidade de mover a economia do Brasil; só que a senadora trocou as bolas e atribuiu a Aristóteles, inclusive no título do artigo, uma frase que é na verdade do pensador, também grego, Arquimedes; dois dias depois a Folha publicou um "Erramos"
Em artigo onde defendia o anúncio dos R$ 156 bilhões do governo federal para o Plano Safra 2014/2015, publicado na Folha de S. Paulo no último sábado, a senadora Kátia Abreu (PMDB) quis parafrasear o filósofo grego Aristóteles usando famosa frase "dê-me uma alavanca que moverei o mundo", ao referir que o agronegócio tem a capacidade de mover a economia do Brasil; só que a senadora trocou as bolas e atribuiu a Aristóteles, inclusive no título do artigo, uma frase que é na verdade do pensador, também grego, Arquimedes; dois dias depois a Folha publicou um "Erramos" (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - A senadora Kátia Abreu (PMDB) escreve artigos para o jornal Folha de S. Paulo, que são publicados aos sábados. No último artigo, publicado no dia 24, sob o título “A Alavanca de Aristóteles”, Kátia defendia o anúncio do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015, pelo qual serão destinados pelo governo federal R$ 156 bilhões.

No fim, a senadora concluiu seu artigo assim: “Aristóteles já dizia: ‘Dê-me uma alavanca e moverei o mundo’. Num país como o nosso, dê o agro a um governante sensato e ele moverá o Brasil”. Raciocínio inteligente, não tivesse a senadora confundido os pensadores gregos.

A declaração “deem-me um ponto e apoio e moverei o mundo” é na verdade de Arquimedes, e não de Aristóteles. O erro foi percebido por leitores da senadora e dois dias depois a Folha publicou um “Erramos”, corrigindo a informação.

Leia aqui o artigo “A Alavanca de Aristóteles”, da senadora Kátia Abreu.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247