'Em dado momento disseram que eu seria candidato'

Pré-candidato ao Senado pela chapa que desejava encabeçar, o peemedebista Geddel Vieira Lima vem se mostrando sereno após perder a liderança da chapa das oposições para o ex-governador Paulo Souto, do DEM, mas em entrevista a Mário Kertész ontem deixou transparecer um pouco sua mágoa; "Não fui bem sucedido, apesar de, em dado momento, terem me dito que eu seria candidato"

Pré-candidato ao Senado pela chapa que desejava encabeçar, o peemedebista Geddel Vieira Lima vem se mostrando sereno após perder a liderança da chapa das oposições para o ex-governador Paulo Souto, do DEM, mas em entrevista a Mário Kertész ontem deixou transparecer um pouco sua mágoa; "Não fui bem sucedido, apesar de, em dado momento, terem me dito que eu seria candidato"
Pré-candidato ao Senado pela chapa que desejava encabeçar, o peemedebista Geddel Vieira Lima vem se mostrando sereno após perder a liderança da chapa das oposições para o ex-governador Paulo Souto, do DEM, mas em entrevista a Mário Kertész ontem deixou transparecer um pouco sua mágoa; "Não fui bem sucedido, apesar de, em dado momento, terem me dito que eu seria candidato" (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Pré-candidato ao Senado pela chapa que desejava encabeçar, o peemedebista Geddel Vieira Lima vem se mostrando sereno após perder a liderança da chapa das oposições para o ex-governador Paulo Souto, do DEM, mas em entrevista a Mário Kertész ontem deixou transparecer um pouco sua mágoa.

"Não fui bem sucedido, apesar de, em dado momento, terem me dito que eu seria candidato". Ex-ministro, contudo, mantém discurso de preparo para mudar a Bahia. "Estou maduro para alavancar o desenvolvimento do nosso estado".

Para Geddel, a gestão do ex-aliado Jaques Wagner (PT) não fez o suficiente na área administrativa. "Deixou a desejar na segurança pública, saúde, educação. Prometeu uma série de obras que não tirou do papel".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247