Em defesa de Campos, Rands diz que Costa é criminoso

O ex-assessor de campanha de Eduardo Campos e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à Presidência da República, Maurício Rands, defendeu a imagem do ex-governador de Pernambuco das denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa; "Campos foi governador e nunca cometeu qualquer deslize. Pelo contrário, ele foi exemplo de rigor. Não é a palavra de um criminoso que vai atingir um homem que está aqui para se defender. A vida pública dele fala por ele", disse Rands; Costa, que pleiteia o benefício da delação premiada, fez várias denúncias envolvendo deputados, senadores e o ex-governador de Pernambuco em um suposto esquema de corrupção na estatal

O ex-assessor de campanha de Eduardo Campos e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à Presidência da República, Maurício Rands, defendeu a imagem do ex-governador de Pernambuco das denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa; "Campos foi governador e nunca cometeu qualquer deslize. Pelo contrário, ele foi exemplo de rigor. Não é a palavra de um criminoso que vai atingir um homem que está aqui para se defender. A vida pública dele fala por ele", disse Rands; Costa, que pleiteia o benefício da delação premiada, fez várias denúncias envolvendo deputados, senadores e o ex-governador de Pernambuco em um suposto esquema de corrupção na estatal
O ex-assessor de campanha de Eduardo Campos e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à Presidência da República, Maurício Rands, defendeu a imagem do ex-governador de Pernambuco das denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa; "Campos foi governador e nunca cometeu qualquer deslize. Pelo contrário, ele foi exemplo de rigor. Não é a palavra de um criminoso que vai atingir um homem que está aqui para se defender. A vida pública dele fala por ele", disse Rands; Costa, que pleiteia o benefício da delação premiada, fez várias denúncias envolvendo deputados, senadores e o ex-governador de Pernambuco em um suposto esquema de corrupção na estatal (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O ex-assessor de campanha de Eduardo Campos e um dos coordenadores da campanha de Marina Silva (PSB) à Presidência da República, Maurício Rands, defendeu a imagem do ex-governador de Pernambuco das denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Costa, que pleiteia o benefício da delação premiada, fez várias denúncias envolvendo deputados, senadores e o ex-governador de Pernambuco em um suposto esquema de corrupção na estatal.

"Campos foi governador e nunca cometeu qualquer deslize. Pelo contrário, ele foi exemplo de rigor. Não é a palavra de um criminoso que vai atingir um homem que não está aqui para se defender. A vida pública dele fala por ele", disse Rands nesta quarta-feira (10) durante um evento do BNDES, no Rio de Janeiro. "O mecanismo da delação tem que ter fundamentos. Nem tudo o que uma pessoa presa que quer obter redução de pena diz é verdade", completou.

"Como alguém que vinha denunciando sistematicamente os desmandos da Petrobras, como ele, poderia estar envolvida com os desmandos da empresa?", questionou o coordenador. Segundo ele, caso eleita, marina irá fazer com que a estatal tenha uma "administração profissional baseada no mérito", além de não utilizar os preços dos combustíveis como uma forma de controlar a inflação

Rands também afirmou que o programa do PSB não deixou o pré-sal de lado. "Vamos usar tecnologia cada vez mais avançada e desenvolver a cadeia produtiva. Segundo ele, é possível associar o petróleo a outras fontes de energia renováveis de maneira a promover o crescimento.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247