Em Fortaleza, ministro diz não poder se pronunciar sobre prisão de senador

O ministro José Eduardo Cardoso veio ontem para Fortaleza, participar do encerramento da 13ª Reunião Plenária da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e da instalação do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro, na Polícia Civil do Ceará. Na entrevista à imprensa, não quis comentar a prisão do senador Delcídio Amaral, ex-líder do governo, no Senado

O ministro José Eduardo Cardoso veio ontem para Fortaleza, participar do encerramento da 13ª Reunião Plenária da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e da instalação do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro, na Polícia Civil do Ceará. Na entrevista à imprensa, não quis comentar a prisão do senador Delcídio Amaral, ex-líder do governo, no Senado
O ministro José Eduardo Cardoso veio ontem para Fortaleza, participar do encerramento da 13ª Reunião Plenária da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e da instalação do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro, na Polícia Civil do Ceará. Na entrevista à imprensa, não quis comentar a prisão do senador Delcídio Amaral, ex-líder do governo, no Senado (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - Em entrevista ontem, em Fortaleza, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, defendeu a presidenta Dilma Rousseff e disse não poder se pronunciar sobre o mérito da prisão do senador Delcídio Amaral, (PT). Segundo José Eduardo Cardozo, na condição de ministro não deve "tecer considerações sobre uma posição do judiciário".

O ministro veio participar do encerramento da 13ª Reunião Plenária da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), realizada pelo Ministério da Justiça em Fortaleza, desde segunda-feira.

Segundo José Eduardo Cardoso, as insinuações de que a presidenta Dilma Rousseff teria conhecimento do esquema de desvio de recursos da Petrobras, segundo delação premiada de Nestor Cerveró, são "mentiras escancaradas" e todos os depoimentos já comprovaram isso.

Hoje o ministro tomou café da manhã com o governador Camilo Santana (PT) e participou da instalação do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro, na Polícia Civil do Ceará, uma parceria com o Ministério da Justiça.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247