Em Jataí, Denarc apreende mais de uma tonelada de maconha

Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, realizou nesta terça-feira uma das maiores apreensões de drogas na região Sudoeste do estado, ao interceptar, na BR-060, próximo a Jataí, uma organização criminosa que transportava 1,1 tonelada de maconha de Campo Grande (MS) para Goiânia; na operação, destinada à repressão ao tráfico interestadual de drogas, os policiais identificaram Larry Cris Vieira de Moura, 31 anos, Wagner de Oliveira Quadros, 32 anos, e Edimar da Silva Medeiros, 37 anos, como membros do grupo criminoso; com eles, a polícia encontrou ainda 500 munições de calibre 9mm e 8 carregadores estendidos com capacidade para 30 munições

Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, realizou nesta terça-feira uma das maiores apreensões de drogas na região Sudoeste do estado, ao interceptar, na BR-060, próximo a Jataí, uma organização criminosa que transportava 1,1 tonelada de maconha de Campo Grande (MS) para Goiânia; na operação, destinada à repressão ao tráfico interestadual de drogas, os policiais identificaram Larry Cris Vieira de Moura, 31 anos, Wagner de Oliveira Quadros, 32 anos, e Edimar da Silva Medeiros, 37 anos, como membros do grupo criminoso; com eles, a polícia encontrou ainda 500 munições de calibre 9mm e 8 carregadores estendidos com capacidade para 30 munições
Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, realizou nesta terça-feira uma das maiores apreensões de drogas na região Sudoeste do estado, ao interceptar, na BR-060, próximo a Jataí, uma organização criminosa que transportava 1,1 tonelada de maconha de Campo Grande (MS) para Goiânia; na operação, destinada à repressão ao tráfico interestadual de drogas, os policiais identificaram Larry Cris Vieira de Moura, 31 anos, Wagner de Oliveira Quadros, 32 anos, e Edimar da Silva Medeiros, 37 anos, como membros do grupo criminoso; com eles, a polícia encontrou ainda 500 munições de calibre 9mm e 8 carregadores estendidos com capacidade para 30 munições (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - A Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, realizou nesta terça-feira (09/05) uma das maiores apreensões de drogas na região Sudoeste do estado, ao interceptar, na BR 060, próximo a Jataí, uma organização criminosa que transportava 1,1 tonelada de maconha de Campo Grande (MS) para Goiânia.

Na operação, destinada à repressão ao tráfico interestadual de drogas, os policiais identificaram Larry Cris Vieira de Moura, 31 anos, Wagner de Oliveira Quadros, 32 anos, e Edimar da Silva Medeiros, 37 anos, como membros do grupo criminoso. Com eles, a polícia encontrou ainda 500 munições de calibre 9mm e 8 carregadores estendidos com capacidade para 30 munições.

De acordo com a Denarc, a apreensão é resultado de três meses de investigações, em que verificaram que a organização criminosa se dedica a comprar drogas no Mato Grosso do Sul e a transportá-las e disseminá-las em Goiânia e região metropolitana. No momento da prisão e apreensão, o comboio se deslocava de Campo Grande em direção à capital do estado de Goiás. Os policiais fizeram um cerco na rodovia e prenderam os suspeitos.

A droga estava acondicionada em todo o interior do veículo, um Renault Duster que tinha tido o banco traseiro removido. Embora a operação tenha desarticulado o núcleo da quadrilha responsável pelo transporte da droga, a Denarc prosseguirá nas investigações até que todos os demais membros da organização criminosa sejam qualificados, indiciados e presos.

Conforme observou a Denarc, que contou com o apoio do Grupo Tático 3 (GT3) nesta operação, além das 500 munições, o grupo portava 8 carregadores estendidos, que são artefatos usados, comumente, em pistolas adaptadas para efetuarem rajadas de pistola Glock. Além das munições, os policiais apreenderam os veículos utilizados pelos criminosos no transporte da droga.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email