Em meio a protesto, ACM homenageia trabalhadores

Em mensagem tímida para marcar o Dia do Trabalho, prefeito prometeu "continuar trabalhando" para a construção de um futuro melhor e saudou especialmente os servidores da Prefeitura de Salvador; os servidores, por sua vez, não têm muito que comemorar; segundo o sindicato que representa a categoria, os trabalhadores acumulam perda de 119% em dez anos; "Infelizmente nós ainda não sentamos para discutir com a Prefeitura", lamenta Everaldo Braga, líder sindicalista; categoria pede reajuste salarial de 20%

Em meio a protesto, ACM homenageia trabalhadores
Em meio a protesto, ACM homenageia trabalhadores

Bahia 247

O prefeito ACM Neto (DEM) enviou mensagem breve à imprensa para marcar o Dia do Trabalho, comemorado nesta quarta-feira (1º). Democrata prometeu "continuar trabalhando" para a construção de um futuro melhor e saudou especialmente os servidores da Prefeitura de Salvador.

"A todos os trabalhadores, em especial àqueles que estão lotados nas secretarias, autarquias, empresas e fundações que prestam serviços à Prefeitura de Salvador, o meu reconhecimento e admiração. Com muita dedicação e compromisso, vocês exercem um papel fundamental para o desenvolvimento de Salvador, da Bahia e do Brasil. Reafirmo neste dia o meu compromisso de continuar trabalhando sempre na construção de um futuro melhor para todos. O meu reconhecimento e as minhas homenagens a essas mulheres e esses homens que constroem esse país". Prefeito não participou de nenhum ato público.

Outro lado

Os servidores municipais, no entanto, parecem não ter muito que comemorar neste 1º de Maio. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Everaldo Braga, os trabalhadores acumulam perda de 119% em dez anos.

Aproximadamente de 22 mil servidores municipais iniciaram a campanha salarial de 2013, com o pedido de implantação do Plano de Cargos e Vencimentos (PCV), assistência de saúde para todos e um reajuste de 20%, conforme matéria publicada no Correio.

"Infelizmente nós ainda não sentamos para discutir com a Prefeitura. Já entregamos a nossa pauta de campanha, no dia 8 de abril, e tivemos um primeiro contato com o secretário de Gestão, Alexandre Pauperio", afirma o líder sindicalista.

A primeira reunião deve acontecer na próxima segunda-feira (6) e no dia seguinte a categoria fará uma assembleia geral. Sobre a negociação com o prefeito ACM Neto (DEM), o sindicalista ressaltou a ausência de avanços.

A Secretaria Municipal de Gestão (Semge), por sua vez, afirmou ter instalado uma Mesa Permanente de Negociação no dia 2 de abril, mas ainda aguarda as indicações de membros do sindicato.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247