Em missa de Páscoa, Campos diz ser contra aborto

O pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB-PE), que está morando em São Paulo durante o período pré-eleitoral, disse, em visita ao Santuário de Aparecida, ser contra o aborto e que considerada adequada a legislação brasileira sobre o assunto. "Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto", ressaltou;  "A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere"; posição de Campos é semelhante à da candidata a vice na sua chapa, a ex-senadora Marina Silva, que é evangélica

O pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB-PE), que está morando em São Paulo durante o período pré-eleitoral, disse, em visita ao Santuário de Aparecida, ser contra o aborto e que considerada adequada a legislação brasileira sobre o assunto. "Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto", ressaltou;  "A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere"; posição de Campos é semelhante à da candidata a vice na sua chapa, a ex-senadora Marina Silva, que é evangélica
O pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB-PE), que está morando em São Paulo durante o período pré-eleitoral, disse, em visita ao Santuário de Aparecida, ser contra o aborto e que considerada adequada a legislação brasileira sobre o assunto. "Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto", ressaltou;  "A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere"; posição de Campos é semelhante à da candidata a vice na sua chapa, a ex-senadora Marina Silva, que é evangélica (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB-PE), que está morando em São Paulo durante o período pré-eleitoral, disse, em visita ao Santuário de Aparecida, ser contra o aborto e que considerada adequada a legislação brasileira sobre o assunto. "Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto", ressaltou o ex-governador de Pernambuco.

Campos foi abordado para falar sobre o tema quando encontrava-se ao lado do cardeal dom Raymundo Damaceno. Segundo ele, "A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere exatamente a legislação que o Brasil já tem", afirmou. A posição de Campos é semelhante à da candidata a vice na sua chapa, a ex-senadora Marina Silva, que é evangélica.

Campos esteve no Santuário de Aparecida acompanhado da mulher, Renata Campos, e do filho recém-nascido, Miguel. Durante a missa de Páscoa, Campos encontrou-se com o pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, o ex-ministro Alexandre Padilha, com quem trocou cumprimentos. Após a cerimônia, Campos e a família seguiram para a residência do arcebispo de Aparecida onde tomaram um café.

Campos disse que evitaria tratar de política durante o dia de hoje. "Hoje é dia de Páscoa. Vamos ter o ano todo para conversar sobre isso”, afirmou. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247