Em Poços de Caldas, novato PSD lidera com folga

Pesquisa do instituto DataTempo/CP2 mostra o deputado federal Geraldo Thadeu (PSD) com pelo menos 44% das intenções de voto para prefeito de Poços de Caldas, no sul de Minas. O atual prefeito, Paulo César Silva, do PPS, está com apenas 15%

Em Poços de Caldas, novato PSD lidera com folga
Em Poços de Caldas, novato PSD lidera com folga (Foto: Montagem/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O novato Partido Social Democrático (PSD), criado no ano passado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, tem tudo para conquistar uma importante prefeitura do interior mineiro. Pesquisa do instituto DataTempo/CP2, realizada entre 17 e 21 de maio, mostra que o deputado federal Geraldo Thadeu (PSD) tem pelo menos 44% das intenções de voto na disputa pela Prefeitura de Poços de Caldas, no sul/sudoeste de Minas (pouco mais de 150 mil habitantes).

O adversário mais próximo de Thadeu, que já foi prefeito de Poços, é o atual chefe do executivo, Paulo César Silva, também conhecido na cidade como Paulinho Courominas (PPS). Ele tem apenas 15% das intenções apuradas pelo DataTempo/CP2.

Leia o texto publicado no site do jornal O Tempo:

O deputado federal Geraldo Thadeu (PSD) tem grandes chances de voltar à Prefeitura de Poços de Caldas, no Sul de Minas. Pelo menos é o que indica a pesquisa realizada pelo instituto DataTempo/CP2 no município entre os dias 17 e 21 de maio. O parlamentar, que comandou a cidade entre 1997 e 2000, lidera o levantamento com ampla vantagem em todas as simulações realizadas.

No primeiro cenário, que inclui todos os possíveis candidatos, Thadeu tem 44,6% das intenções de voto. O atual prefeito, Paulo César Silva, mais conhecido como Paulinho Courominas (PPS), está com 15,0% em segundo lugar, posição que sustenta nos demais quadros. Na sequência, aparece o vereador Marcus Togni (PSB), com 13,2%. O líder comunitário Waldir Inácio (PSOL) tem 2,4% da preferência, seguido do ex-vereador Rovilson Lima (PMN), com 1,4%, e de Canjiquinha (PSC), com 0,8%.

No cenário seguinte, em que o nome de Lima é excluído, o deputado amplia a margem sobre Courominas: eles têm, respectivamente, 45,2% e 15%. Togni é o preferido de 13,6% dos pesquisados. Já Inácio tem 2,6%, enquanto Canjiquinha mantém 0,8%. No terceiro quadro, sem o representante do PSC, Thadeu aparece com 45,4%, enquanto o prefeito permanece com 15%. O vereador pelo PSB é o escolhido de 13,8%, enquanto Waldir Inácio tem 2,8%.

O pré-candidato do PSD amplia sua vantagem no cenário sem o líder comunitário do PSOL e que mantém excluídos Rovilson Lima e Canjiquinha. Nele, Geraldo Thadeu é o preferido de 46,4% dos eleitores. Paulinho Courominas segue com 15% das intenções de voto, e Marcus Togni, 14,4%.

O DataTempo/CP2  também promoveu um hipotético confronto direto entre os dois melhores colocados, como vem fazendo nas pesquisas recentes sobre as disputas municipais. Na simulação para Poços de Caldas, Thadeu recebe 52,6% das intenções contra 16,4% do atual prefeito e provável candidato à reeleição.

A demonstração de que a sucessão na cidade do Sul do Estado ainda está indefinida vem com os dados do levantamento espontâneo, em que os nomes dos postulantes não são apresentados ao eleitor.

A soma dos que não conhecem os candidatos com os indecisos e os que disseram que não votariam em ninguém é de aproximadamente 70%. Courominas, com 7,4% das menções, e Geraldo Thadeu, com 6,2%, estão em empate técnico. Na sequência, foram lembrados os dois últimos prefeitos: Paulo Tadeu (PT), por 5,6%, e Sebastião Navarro Filho (DEM), por 2,0%.

O eleitor também foi questionado sobre qual candidato não receberia o voto dele, e o mais rejeitado é o atual prefeito, por 40,4%, seguido por Marcus Togni, por 17,8%. Dos entrevistados, 14,4% disseram que não votariam em nenhum, enquanto outros 12,6% disseram que optariam por qualquer um. Já Thadeu é rejeitado por 8,4%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247