Em tempos de retrocessos, deputada volta a criticar "ideologia de gênero"

Na repercussão de mais um assassinato de mulheres, com a execução da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), a deputada estadual evangélica, Dra. Silvana (MDB), informou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (15/03), sobre a criação da Frente Popular para Fiscalização da ideologia de gênero nas escolas. A deputada tem sido uma permanente crítica à luta das mulheres por igualdade e vai na contra mão dos processos educativos nas escolas para enfrentar o machismo e a misoginia, defendido pelos movimentos de mulheres, para combater a falácia da "ideologia de gênero"

Na repercussão de mais um assassinato de mulheres, com a execução da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), a deputada estadual evangélica, Dra. Silvana (MDB), informou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (15/03), sobre a criação da Frente Popular para Fiscalização da ideologia de gênero nas escolas. A deputada tem sido uma permanente crítica à luta das mulheres por igualdade e vai na contra mão dos processos educativos nas escolas para enfrentar o machismo e a misoginia, defendido pelos movimentos de mulheres, para combater a falácia da "ideologia de gênero"
Na repercussão de mais um assassinato de mulheres, com a execução da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), a deputada estadual evangélica, Dra. Silvana (MDB), informou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (15/03), sobre a criação da Frente Popular para Fiscalização da ideologia de gênero nas escolas. A deputada tem sido uma permanente crítica à luta das mulheres por igualdade e vai na contra mão dos processos educativos nas escolas para enfrentar o machismo e a misoginia, defendido pelos movimentos de mulheres, para combater a falácia da "ideologia de gênero" (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - Na repercussão de mais um assassinato de mulheres, com a execução da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), a deputada estadual evangélica, Dra. Silvana (MDB), informou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (15/03), sobre a criação da Frente Popular para Fiscalização da ideologia de gênero nas escolas.

Para a parlamentar, a criação dessa frente vai possibilitar que a própria população, em suas cidades e estados, se mobilize para denunciar a ideologia de gênero nas escolas. "Em todos os lugares teremos gente fiscalizando. Quem quiser participar vai supervisionar e denunciar. Seremos como um exército", assinalou.

A deputada tem sido uma permanente crítica à luta das mulheres por igualdade e vai na contra mão dos processos educativos nas escolas para enfrentar o machismo e a misoginia, defendido pelos movimentos de mulheres, que consideram importante "o desenvolvimento de programa de educação não sexista e de prevenção à violência contra as mulheres nas escolas (incluindo formação de docentes e gestoras/es), garantindo uma equipe responsável por sua elaboração (em diálogo como os movimentos de mulheres) e execução e combater a falácia da "ideologia de gênero", conforme documento entregue recentemente ao governador Camilo Santana, pelo grupo 8 de Março, de que ocupou a Casa da Mulher Brasileira, no Dia Internacional da Mulher.

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247