Encostado por Luxa, Felipe cobra dívida milionária no Flamengo

"O clube deve e sabe que deve. Aceitei estender o pagamento em 24, 36 meses... Entendo que o Flamengo passa por dificuldades, mas precisa ceder também. Não conversei olho no olho com ninguém. Isso é lamentável. O clube não aceitou as propostas que fizemos e jamais aceitarei o que eles pensaram. Acho que isso não vai acabar", completou Felipe

"O clube deve e sabe que deve. Aceitei estender o pagamento em 24, 36 meses... Entendo que o Flamengo passa por dificuldades, mas precisa ceder também. Não conversei olho no olho com ninguém. Isso é lamentável. O clube não aceitou as propostas que fizemos e jamais aceitarei o que eles pensaram. Acho que isso não vai acabar", completou Felipe
"O clube deve e sabe que deve. Aceitei estender o pagamento em 24, 36 meses... Entendo que o Flamengo passa por dificuldades, mas precisa ceder também. Não conversei olho no olho com ninguém. Isso é lamentável. O clube não aceitou as propostas que fizemos e jamais aceitarei o que eles pensaram. Acho que isso não vai acabar", completou Felipe (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Rodrigo Ferreira, do  Futnet

Sem atuar pelo time profissional do Flamengo desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo ao comando técnico Rubro-Negro, o goleiro Felipe ainda não sabe o que será do seu futuro, uma vez que tem contrato com o time Rubro-Negro até o final do próximo ano. Enquanto não define isso, ele prefere cobrar uma dívida milionária que o Fla tem com ele. De acordo com informações, o valor já ultrapassa os R$ 5 milhões. Felipe disse tentar contato com os responsáveis, mas não vem sendo atendido pelos dirigentes.

"Acho que o Flamengo não quer resolver a situação. As propostas que fizeram não apontam para o caminho da solução. Quiseram que eu pedisse demissão e até cogitaram uma transferência para diminuir a dívida em 50%. A última foi pagar os atrasados como uma espécie de bonificação e esquecer o acordo. Não tem condição de negociar dessa forma", contou o arqueiro em contato com o 'UOL Esporte'.

"O clube deve e sabe que deve. Aceitei estender o pagamento em 24, 36 meses... Entendo que o Flamengo passa por dificuldades, mas precisa ceder também. Não conversei olho no olho com ninguém. Isso é lamentável. O clube não aceitou as propostas que fizemos e jamais aceitarei o que eles pensaram. Acho que isso não vai acabar", completou Felipe.

A chegada de Rodrigo Caetano para trabalhar como diretor de futebol do clube tem deixado o arqueiro mais tranquilo. Segundo ele, Caetano é responsável e com isso ele espera que possa, finalmente, ser atendido por alguém da diretoria. ""O Caetano tem um pensamento diferente. Ele possui uma filosofia de trabalho e esperamos uma posição sobre sair ou ficar. Já escutei até diretor anterior dizendo que o Flamengo só tem três goleiros. Isso é brincadeira. Ninguém precisa passar por isso. Fico chateado. Quero saber se vão pagar ou não", finalizou.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247