Enquanto Lula é amado, Doria vomita ódio

No mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma avalanche de carinho do povo brasileiro, o prefeito de São Paulo, João Doria, faltou a mais um dia de trabalho e foi fazer campanha antecipada em Fortaleza com seu único mote: o discurso de ódio; "Vou mandar um recadinho para o ex-presidente Lula: você, além de sem vergonha, preguiçoso, corrupto e covarde, declarou hoje que o João Doria não deveria viajar, mas administrar a cidade de São Paulo. Lula, além de tudo talvez você não saiba ler. Você é inexpressivo", disse o tucano, que compete com Jair Bolsonaro pelo eleitorado fascista; o prefeito, no entanto, já vem tendo as asinhas cortadas pelo governador Geraldo Alckmin, que não deve permitir nem que ele concorra ao governo estadual

No mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma avalanche de carinho do povo brasileiro, o prefeito de São Paulo, João Doria, faltou a mais um dia de trabalho e foi fazer campanha antecipada em Fortaleza com seu único mote: o discurso de ódio; "Vou mandar um recadinho para o ex-presidente Lula: você, além de sem vergonha, preguiçoso, corrupto e covarde, declarou hoje que o João Doria não deveria viajar, mas administrar a cidade de São Paulo. Lula, além de tudo talvez você não saiba ler. Você é inexpressivo", disse o tucano, que compete com Jair Bolsonaro pelo eleitorado fascista; o prefeito, no entanto, já vem tendo as asinhas cortadas pelo governador Geraldo Alckmin, que não deve permitir nem que ele concorra ao governo estadual
No mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma avalanche de carinho do povo brasileiro, o prefeito de São Paulo, João Doria, faltou a mais um dia de trabalho e foi fazer campanha antecipada em Fortaleza com seu único mote: o discurso de ódio; "Vou mandar um recadinho para o ex-presidente Lula: você, além de sem vergonha, preguiçoso, corrupto e covarde, declarou hoje que o João Doria não deveria viajar, mas administrar a cidade de São Paulo. Lula, além de tudo talvez você não saiba ler. Você é inexpressivo", disse o tucano, que compete com Jair Bolsonaro pelo eleitorado fascista; o prefeito, no entanto, já vem tendo as asinhas cortadas pelo governador Geraldo Alckmin, que não deve permitir nem que ele concorra ao governo estadual (Foto: Leonardo Attuch)

Ceará 247 – No mesmo dia em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma avalanche de carinho do povo brasileiro (saiba mais aqui), o prefeito de São Paulo, João Doria, faltou a mais um dia de trabalho para fazer campanha antecipada com seu único mote: o discurso de ódio.

“Eu não queria. Tinha prometido a mim mesmo que não faria, mas vou mandar um recadinho para o ex-presidente Lula: você, além de sem vergonha, preguiçoso, corrupto e covarde, declarou hoje que o João Doria não deveria viajar, mas administrar a cidade de São Paulo. Lula, além de tudo talvez você não saiba ler. Você é inexpressivo. Na primeira avaliação (da gestão) eu fechei com 70% de aprovação, enquanto o seu prefeito Fernando Haddad fechou com 15%”, disse o tucano, em Fortaleza. Nos últimos dias, Doria já faltou ao trabalho para participar de eventos políticos em Salvador, onde recebeu uma ovada, Palmas e Teresina.

Com esse discurso intolerante, o tucano tenta competir com Jair Bolsonaro pelo eleitorado fascista, enquanto deixa São Paulo repleta de buracos de rua e semáforos estragados. 

O prefeito, no entanto, já vem tendo as asinhas cortadas pelo governador Geraldo Alckmin, que não deve permitir nem que ele concorra ao governo estadual.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247