Entorno ganha duas unidades do Restaurante Cidadão

Acompanhado da primeira-dama e presidente da OVG, Valéria Perillo, o governador Marconi Perillo entregou nesta quinta-feira (16) duas unidades do Restaurante Cidadão na região do Entorno do Distrito Federal. No Jardim Ingá, em Luziânia, a unidade foi reinaugurada e em Valparaíso de Goiás, o Restaurante Cidadão iniciou oficialmente suas atividades às 10h30; ao custo de R$ 2,00 por refeição, ambos os restaurantes trabalharão com um cardápio balanceado, elaborado de acordo com o Programa de Alimentação do Trabalhador, do Ministério do Trabalho e Emprego, com o acompanhamento de nutricionistas

Acompanhado da primeira-dama e presidente da OVG, Valéria Perillo, o governador Marconi Perillo entregou nesta quinta-feira (16) duas unidades do Restaurante Cidadão na região do Entorno do Distrito Federal. No Jardim Ingá, em Luziânia, a unidade foi reinaugurada e em Valparaíso de Goiás, o Restaurante Cidadão iniciou oficialmente suas atividades às 10h30; ao custo de R$ 2,00 por refeição, ambos os restaurantes trabalharão com um cardápio balanceado, elaborado de acordo com o Programa de Alimentação do Trabalhador, do Ministério do Trabalho e Emprego, com o acompanhamento de nutricionistas
Acompanhado da primeira-dama e presidente da OVG, Valéria Perillo, o governador Marconi Perillo entregou nesta quinta-feira (16) duas unidades do Restaurante Cidadão na região do Entorno do Distrito Federal. No Jardim Ingá, em Luziânia, a unidade foi reinaugurada e em Valparaíso de Goiás, o Restaurante Cidadão iniciou oficialmente suas atividades às 10h30; ao custo de R$ 2,00 por refeição, ambos os restaurantes trabalharão com um cardápio balanceado, elaborado de acordo com o Programa de Alimentação do Trabalhador, do Ministério do Trabalho e Emprego, com o acompanhamento de nutricionistas (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Acompanhado da primeira-dama e presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo, o governador Marconi Perillo entregou na manhã desta quinta-feira (16) duas unidades do Restaurante Cidadão na região do Entorno do Distrito Federal. No Jardim Ingá, em Luziânia, a unidade foi reinaugurada às 9h. Em Valparaíso de Goiás, o Restaurante Cidadão iniciou oficialmente suas atividades às 10h30. 

O Restaurante Cidadão do Jardim Ingá, em Luziânia, inaugurado em 2005, estava fechado para mudança de endereço e alterações na parte operacional e agora passa a funcionar na Rua Guaracema. A outra unidade, que se encontra em obras, está localizada no Setor Estrela D`Alva. A expectativa é de que a unidade inaugurada hoje sirva 600 refeições por dia.

Ao custo de R$ 2,00 por refeição, ambos os restaurantes trabalharão com um cardápio balanceado, elaborado de acordo com o Programa de Alimentação do Trabalhador, do Ministério do Trabalho e Emprego, com o acompanhamento de nutricionistas. A base principal é composta de arroz, feijão, estrogonofe de frango, batata palha e salada com tomate, manga, azeitona, cebola, cenoura e beterraba. A sobremesa terá salada de frutas ou bombom.

As unidades funcionarão de segunda a sexta-feira. O atendimento é iniciado às 10h30 e encerrado às 14h. Com mais esses dois restaurantes, o Programa passa a contar com dez unidades: duas em Goiânia, duas em Anápolis, duas em Luziânia, uma em Aparecida de Goiânia, uma em Rio Verde, uma em Águas Lindas, e uma em Valparaíso.

Em ambas as solenidades de inauguração, Marconi aproveitou para anunciar mais obras para o Entorno Sul do Distrito Federal. Na área de saneamento básico disse que o Estado já investiu mais de R$ 18 milhões na ampliação do sistema de esgoto de Luziânia, elevando a rede para 135 quilômetros. No momento, adiantou Marconi, mais sete mil residências estão sendo ligadas à rede de esgoto.

Ainda na área de saneamento, garantiu que seguem no ritmo previsto as obras de extensão da rede de distribuição de água do sistema Corumbá IV, que será responsável pelo abastecimento de todos os municípios da região, incluindo cidades do DF.

Outro anúncio diz respeito à instalação de unidades da Rotam nos municípios do Entorno, uma antiga reivindicação da população. “Vamos trazer a Rotam para o Entorno Sul e depois vamos também criar corporações no Entorno Norte. A Rotam é a polícia que os bandidos mais temem porque ela joga duro com os marginais”, comentou.

Marconi também informou à população de Luziânia que se encontram avançadas as negociações para concretizar a desapropriação da área que abrigará o futuro Hospital Regional do Entorno Sul. “Estamos negociando com o Ministério da Saúde para que os R$ 21 milhões necessários para a desapropriação sejam liberados pelo Governo Federal. A prefeitura não terá nenhuma despesa com a desapropriação e a obra deste hospital. Tudo será bancado pelos governos do Estado e Federal”. A obra, salientou, deverá ficar pronta em dois anos. Terá cerca de 300 leitos e custará perto de R$ 100 milhões.

No encerramento do discurso que fez a mais de 500 pessoas nas proximidades do Restaurante Cidadão do distrito do Ingá, Marconi disse que ainda hoje estaria no Ministério do Planejamento para reiterar o pedido de que o BRT que liga Brasília a Santa Maria no DF seja estendido até Luziânia, beneficiando trabalhadores do Novo Gama, Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e Luziânia. “Não é mais possível que a grande massa trabalhadora desta região continue a ser discriminada no transporte urbano, sem direito a ter os benefícios do BRT, hoje limitado a atender os moradores da capital federal. Esta é uma luta da qual não iremos desistir até conseguirmos trazer este benefício para o Entorno Sul”, desabafou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247