Ericsson, Vivo e Raízen fazem acordo para desenvolver Internet das Coisas no agronegócio

A tecnologia de Internet das Coisas permite que dispositivos eletrônicos troquem informações pela Internet, coletando dados e permitindo automatização de funções.

Ericsson, Vivo e Raízen fazem acordo para desenvolver Internet das Coisas no agronegócio
Ericsson, Vivo e Raízen fazem acordo para desenvolver Internet das Coisas no agronegócio
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - Ericsson, a Vivo e Raízen anunciaram nesta quarta-feira acordo para desenvolver a chamada “Internet das coisas” (IoT) no setor do agronegócio, utilizando a faixa de 450 MHz no serviço móvel de quarta geração (4G), na região de Piracicaba (SP).

“A Ericsson contribuirá com sua liderança em tecnologias móveis e plafatormas de software para IoT, enquanto a Vivo levará a sua rede móvel utilizando a frequência de 450 MHz. Do outro lado, a parceria conta com a expertise e infraestrutura agrícola da Raízen e a facilitação e aplicação acadêmica das tecnologias com o apoio da EsalqTec”, diz comunicado conjunto da Vivo e Ericsson.

Segundo as empresas, a uso de internet nos equipamentos e maquinários agrícolas pode gerar aumento de produtividade e redução de custos operacionais.

A tecnologia de Internet das Coisas permite que dispositivos eletrônicos troquem informações pela Internet, coletando dados e permitindo automatização de funções.

Por Leonardo Goy

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247