Erundina: Marta traiu. É inaceitável o que ela fez

Em entrevista ao DCM na TVT, deputada Luiza Erundina ressalta sua rivalidade com a ex-prefeita Marta Suplicy, na disputa à Prefeitura de SP: “Ela traiu! É inaceitável o que a Marta fez. Ela usou como pretexto que ia sair de um partido corrupto e foi para o PMDB do Cunha, do Temer e do Renan. Por favor!!! Não dá… E no pior momento do PT. Marta queria ser presidente e ainda sonha em ser presidente”; ela também comenta sua candidatura à Presidência da Câmara: “Minha candidatura saiu 24 horas antes. Isso me tirou da invisibilidade, pois não apareço na mídia tradicional, que não gosta de mim”

Em entrevista ao DCM na TVT, deputada Luiza Erundina ressalta sua rivalidade com a ex-prefeita Marta Suplicy, na disputa à Prefeitura de SP: “Ela traiu! É inaceitável o que a Marta fez. Ela usou como pretexto que ia sair de um partido corrupto e foi para o PMDB do Cunha, do Temer e do Renan. Por favor!!! Não dá… E no pior momento do PT. Marta queria ser presidente e ainda sonha em ser presidente”; ela também comenta sua candidatura à Presidência da Câmara: “Minha candidatura saiu 24 horas antes. Isso me tirou da invisibilidade, pois não apareço na mídia tradicional, que não gosta de mim”
Em entrevista ao DCM na TVT, deputada Luiza Erundina ressalta sua rivalidade com a ex-prefeita Marta Suplicy, na disputa à Prefeitura de SP: “Ela traiu! É inaceitável o que a Marta fez. Ela usou como pretexto que ia sair de um partido corrupto e foi para o PMDB do Cunha, do Temer e do Renan. Por favor!!! Não dá… E no pior momento do PT. Marta queria ser presidente e ainda sonha em ser presidente”; ela também comenta sua candidatura à Presidência da Câmara: “Minha candidatura saiu 24 horas antes. Isso me tirou da invisibilidade, pois não apareço na mídia tradicional, que não gosta de mim” (Foto: Roberta Namour)

247 – Em terceiro lugar na pesquisa Ibope sobre a disputa à Prefeitura, atrás de Celso Russomanno e Marta Suplicy, a deputada Luiza Erundina ressalta sua rivalidade com a ex-prefeita:

“Ela traiu! É inaceitável o que a Marta fez. Ela usou como pretexto que ia sair de um partido corrupto e foi para o PMDB do Cunha, do Temer e do Renan. Por favor!!! Não dá… E no pior momento do PT. Marta queria ser presidente e ainda sonha em ser presidente”, disse ela, em entrevista ao DCM na TVT.

Sobre a gestão do prefeito Fernando Haddad, que já chamou de “medíocre”, contemporiza suas críticas: “O termo certo é conservador. Ele conseguiu uma boa negociação na dívida da cidade, mas tem que ir além. Isso é o que eu quero fazer. Tem que distribuir desigualmente os recursos públicos. Tem que tratar desigualmente os desiguais”, fala.

Erundina também comenta sua disputa à Presidência da Câmara: “Como é difícil aprovar uma reforma política, vamos ensaiando uma mudança dentro das nossas condições, sem ter que arcar com a maioria esmagadora do centrão e os remendos na legislação eleitoral mais distorcem do que corrigem”.

Segundo ela, a experiência serviu para dar-lhe algo que lhe é negado: visibilidade. “Minha candidatura saiu 24 horas antes. Isso me tirou da invisibilidade, pois não apareço na mídia tradicional, que não gosta de mim” – leia aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247