Escritório de PM amigo de Temer também é alvo da PF

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na empresa do coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer; agentes federais também cumprem mandado na residência do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, considerado próximo do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); ações da PF acontecem após vir à tona gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, dando conta de que Temer avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Cunha no âmbito da Operação Lava Jato

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na empresa do coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer; agentes federais também cumprem mandado na residência do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, considerado próximo do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); ações da PF acontecem após vir à tona gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, dando conta de que Temer avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Cunha no âmbito da Operação Lava Jato
Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na empresa do coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer; agentes federais também cumprem mandado na residência do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, considerado próximo do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ); ações da PF acontecem após vir à tona gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, dando conta de que Temer avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Cunha no âmbito da Operação Lava Jato (Foto: Paulo Emílio)

SP 247 - A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na empresa do coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer.

Os agentes federais realizaram buscas no escritório da empresa de arquitetura e engenharia Argeplan, do qual Lima é sócio. A Argeplan é especializada na prestação de serviços para o setor público. A casa do coronel também foi alvo de buscas por parte dos agentes federais.

Ações da PF acontecem após vir à tona gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, dando conta de que Temer avalizou o pagamento de propina para comprar o silêncio de Cunha no âmbito da Operação Lava Jato. 

Agentes federais também cumprem mandado na residência do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, considerado próximo do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247