Estado amplia oferta de água em Itabuna

A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) reforça as ações para ampliar a oferta de água em Itabuna e Região Metropolitana; além de enviar 70 tanques de 10 mil litros para uso comunitário, autorizou a perfuração de 12 novos poços em áreas estratégicas, que resultou em seis com viabilidade de captação de água para consumo humano e vazão total de 33.980 litros por hora; o titular da Sihs, Cássio Peixoto, diz que os recursos são provenientes do PAC 2 e do governo do Estado

A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) reforça as ações para ampliar a oferta de água em Itabuna e Região Metropolitana; além de enviar 70 tanques de 10 mil litros para uso comunitário, autorizou a perfuração de 12 novos poços em áreas estratégicas, que resultou em seis com viabilidade de captação de água para consumo humano e vazão total de 33.980 litros por hora; o titular da Sihs, Cássio Peixoto, diz que os recursos são provenientes do PAC 2 e do governo do Estado
A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) reforça as ações para ampliar a oferta de água em Itabuna e Região Metropolitana; além de enviar 70 tanques de 10 mil litros para uso comunitário, autorizou a perfuração de 12 novos poços em áreas estratégicas, que resultou em seis com viabilidade de captação de água para consumo humano e vazão total de 33.980 litros por hora; o titular da Sihs, Cássio Peixoto, diz que os recursos são provenientes do PAC 2 e do governo do Estado (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) reforça as ações em prol da ampliação da oferta de água em Itabuna e Região Metropolitana.

Além de enviar 70 tanques de 10 mil litros para uso comunitário, autorizou a Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb) a perfurar 12 novos poços em áreas estratégicas, que resultou em seis com viabilidade de captação de água para consumo humano e vazão total de 33.980 litros por hora, o que possibilitará ainda a implementação de sistemas simplificados de abastecimento.

Em Parque Boa Vista a vazão foi de 1.804 de litros por hora, enquanto em Jaçanã II de 6.839, em Ferradas (Fazenda Rancho) de 2.955, Serrado de 17.600, Conceição de 3.667 e a Vila Zara (Avenida Beira Rio) com vazão de 1.115 litros por hora.

A Sihs também viabilizou um convênio entre a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) e a prefeitura para a aquisição de produtos químicos para tratamento de água e mais a distribuição de 35 carros pipa.

As medidas, conforme faz questão de frisar, o secretário Cássio Peixoto, somam-se a outras já executadas, de forma a tirar Itabuna da crise hídrica, cujo aporte de recursos destinados é da ordem de R$ 3,8 milhões.

Aliado disso, o secretário aponta como "grande intervenção" o início das obras da Barragem do Rio Colônia. "Que viabilizará o abastecimento regular de mais 350 mil moradores da região. A construção da barragem representa investimento de R$ 36 milhões, recursos provenientes do PAC 2 e do governo do Estado".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247