Estado pode contrair mais R$ 3,3 bi em empréstimos

Os recursos, oriundos do Ministério da Fazenda, deverão ser aplicados em desenvolvimento rural sustentável, saneamento, prevenção a catástrofes naturais, saúde, educação, habitação e também em mobilidade urbana

Estado pode contrair mais R$ 3,3 bi em empréstimos
Estado pode contrair mais R$ 3,3 bi em empréstimos (Foto: iDesign/Shutterstock)

Leonardo Lucena _PE247 – Por estar em ordem com o ajuste fiscal estabelecido pela União (metas de desempenho no tocante à área), o Governo de Pernambuco está apto a contrair mais R$ 3,3 bilhões do Ministério da Fazenda. De acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento do Estado, a liberação dos empréstimos, que não serão firmados todos de uma vez, ocorrerá ainda este ano.

Promoção do desenvolvimento rural sustentável, saneamento, prevenção a catástrofes naturais, saúde, educação, habitação, mobilidade urbana são áreas que receberão os investimentos. Além disso, haverá aporte no apoio aos pequenos empreendedores, em transportes rodoviários e na infraestrutura aeroportuária do Complexo Industrial e Portuário de Suape.

“A gestão 2011-2014 pretende aprofundar a trilha que combina investimento na modernização da economia do Estado, com investimento na qualidade de vida da população”, afirmou o secretario estadual de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo. Os investimentos serão distribuídos em todas as regiões de Pernambuco – Litoral, Zonas da Mata, Agreste e Sertão.

O gestor lembra que, no período 2007-2010, o Estado investiu R$ 5,8 bilhões, dos quais R$ 1,5 bilhão foi direcionado à infraestrutura, R$ 1,3 bilhão em saúde, educação e segurança pública e R$ 1,2 bilhão em infraestrutura hídrica e saneamento.

Segundo secretário, o governo estadual adota mecanismos de investimentos de forma abrangente, o que tanto alavanca a economia local como aumenta os aportes em serviços básicos à população. “O Governo do Estado tem uma estratégia de investimentos bastante abrangente e diversificada”, sintetizou Rebêlo.

Confira, abaixo, a lista dos demais 16 estados que serão contemplados com os respectivos valores do financiamento:

Acre (R$ 1,1 bilhão), Alagoas (R$ 710 milhões), Amazonas (R$ 1,4 bilhão), Bahia (R$ 5,6 bilhões), Ceará (R$ 1,7 bilhão), Espírito santo (R$ 4,6bilhões) Maranhão (R$ 1,6 bilhão), Mato Grosso do Sul (R$ 959 milhões), Mato Grosso (R$ 1,2 bilhão), Pará (R$ 986 milhões), Paraíba (R$ 929 milhões), Rondônia (R$ 311 milhões), Roraima (R$ 498 milhões), Santa Catarina (R$ 3,6 bilhão), São Paulo (R$ 11,9 bilhões) e Sergipe (R$ 1,4 bilhão).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247