'Estamos provando Furnas com documentos'

Deputado federal Padre João (PT-MG) discursou nesta terça-feira 24 na Câmara defendendo a abertura de inquérito para a investigação da Lista de Furnas e a possível relação do senador Aécio Neves (PSDB) com o esquema de corrupção; "Estamos pedindo que abra a investigação em relação à  lista de Furnas sobre o então governador e hoje senador Aécio, que recebeu recursos", disse o parlamentar; João entregou os documentos sobre o caso na Procuradoria Geral da República junto com o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG)

Deputado federal Padre João (PT-MG) discursou nesta terça-feira 24 na Câmara defendendo a abertura de inquérito para a investigação da Lista de Furnas e a possível relação do senador Aécio Neves (PSDB) com o esquema de corrupção; "Estamos pedindo que abra a investigação em relação à  lista de Furnas sobre o então governador e hoje senador Aécio, que recebeu recursos", disse o parlamentar; João entregou os documentos sobre o caso na Procuradoria Geral da República junto com o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG)
Deputado federal Padre João (PT-MG) discursou nesta terça-feira 24 na Câmara defendendo a abertura de inquérito para a investigação da Lista de Furnas e a possível relação do senador Aécio Neves (PSDB) com o esquema de corrupção; "Estamos pedindo que abra a investigação em relação à  lista de Furnas sobre o então governador e hoje senador Aécio, que recebeu recursos", disse o parlamentar; João entregou os documentos sobre o caso na Procuradoria Geral da República junto com o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Minas 247 - O deputado federal Padre João (PT) voltou a mencionar o caso da Lista de Furnas na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (24). Em discurso, disse ser necessário investigar a relação do senador Aécio Neves (PSDB-MG) com Youssef, que citou o tucano em sua delação premiada.

O petista reiterou a importância da entrega de documentos feita à Procuradoria Geral da República, que segundo ele, autenticam a lista de Furnas e pediu a reabertura do processo. E disse que "não custa investigar".

Na última semana, o parlamentar foi à PGR com o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) para entregar documentos sobre a lista de Furnas e autenticá-la. João diz estar "confiante" em Rodrigo Janot, afirmando que o procurador está no "caminho certo". 

“Nós estivemos na quinta-feira no gabinete da Procuradoria Geral da República entregando documentos complementares em relação ao que Youssef relatou na delação premiada sobre o senador Aécio Neves. Nós estamos provando com documentos a autenticidade da lista de Furnas e requerendo ao procurador reabrir o processo e ter inquérito. Não custa investigar! Investigar não condena ninguém. Estamos pedindo que abra a investigação em relação à lista de Furnas sobre o então governador  e hoje senador Aécio, que recebeu recursos. Estou muito confiante no Rodrigo Janot, ele está no caminho certo".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247