“Estratégia é trazer de volta o neoliberalismo”, diz Acrísio

Em reflexão sobre o atual cenário político brasileiro, o vereador Acrísio Sena (PT) avaliou que o objetivo da oposição golpista vai além do impeachment. “A estratégia é trazer novamente o receituário neo liberal e arrancar a conquista que os trabalhadores conseguiram nos últimos anos, como o Minha Casa Minha Vida e a saída de 30 milhões da linha de pobreza”, disse. Ele questionou ainda a ausência de manifestações desta mesma oposição contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e disse acreditar que o acontece no Brasil é uma ação articulada do grande capital, assim como ocorreu no Paraguai e em Honduras

Em reflexão sobre o atual cenário político brasileiro, o vereador Acrísio Sena (PT) avaliou que o objetivo da oposição golpista vai além do impeachment. “A estratégia é trazer novamente o receituário neo liberal e arrancar a conquista que os trabalhadores conseguiram nos últimos anos, como o Minha Casa Minha Vida e a saída de 30 milhões da linha de pobreza”, disse. Ele questionou ainda a ausência de manifestações desta mesma oposição contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e disse acreditar que o acontece no Brasil é uma ação articulada do grande capital, assim como ocorreu no Paraguai e em Honduras
Em reflexão sobre o atual cenário político brasileiro, o vereador Acrísio Sena (PT) avaliou que o objetivo da oposição golpista vai além do impeachment. “A estratégia é trazer novamente o receituário neo liberal e arrancar a conquista que os trabalhadores conseguiram nos últimos anos, como o Minha Casa Minha Vida e a saída de 30 milhões da linha de pobreza”, disse. Ele questionou ainda a ausência de manifestações desta mesma oposição contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e disse acreditar que o acontece no Brasil é uma ação articulada do grande capital, assim como ocorreu no Paraguai e em Honduras (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - “A estratégia não é só apenas a tentativa de tirar Dilma, a estratégia é trazer novamente o receituário neoliberal e arrancar a conquista que os trabalhadores conseguiram nos últimos anos, como o Minha Casa Minha Vida e a saída de 30 milhões da linha de pobreza. Não vai ter golpe porque não há justificativa legal e plausível”, declarou o vereador Acrísio Sena (PT). Em pronunciamento nesta terça-feira (12), na Câmara Municipal, o parlamentar fez uma reflexão sobre o atual cenário político do País.

Para ele, há um golpe de natureza política instaurado contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Acrísio ressaltou que o relatório que existe contra ela não mostra nenhum crime de responsabilidade, apenas a justificativa de pedaladas fiscais. O vereador também questionou porque existem pessoas que são a favor de todos os políticos que estão envolvidos em corrupção, mas que não vê essas mesmas pessoas fazendo isso com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“Ninguém vê uma palavra dos movimentos que defende o impeachment, fazer nada direcionado ao atual presidente da Câmara dos Deputados. E aí gente, claro que a questão do impeachment é constitucional, mas o impeachment sem crime de responsabilidade é golpe”, afirmou.

O parlamentar comentou ainda que o que está acontecendo no cenário político do Brasil não é apenas por causa dos capitalistas brasileiros, mas sim do grande capital, que já realizou ações articuladas em países com Honduras e Paraguai e que agora acontece em nosso país, Venezuela, Equador e Bolívia.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247