'Eu já tive muitos cargos na vida e espero ter mais’

Em rara aparição pelo PSDB desde que ficou isolado no partido após a escolha do senador mineiro Aécio Neves para disputar a presidência em 2014, ex-governador de São Paulo José Serra descarta aposentadoria política e chama tucanos a agir contra a “falta de caráter na política” em referência ao governo petista

'Eu já tive muitos cargos na vida e espero ter mais’
'Eu já tive muitos cargos na vida e espero ter mais’

247 – Em rara aparição pública pelo PSDB, o ex-governador de São Paulo José Serra descartou sua aposentadoria da política, neste domingo: "Eu já tive muitos cargos na minha vida. E ainda espero ter mais — disse Serra, sem especificar a que cargo disputará nas eleições de 2014".

Isolado dentro do partido após a escolha do senador mineiro Aécio Neves para disputar a presidência em 2014, ele fez duras críticas ao governo federal e o acusou de tentar desindustrializar o Brasil com a atual proposta de unificação da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Para ele, o legado do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) até o momento foram “dois anos de perplexidade com a herança que recebeu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”. "Hoje o Brasil está patinando. Está paralisado porque está servindo exclusivamente a um projeto de poder e eleitoral. Eu li que o governo federal estaria satisfeito caso a economia cresça 2% ao ano, porque isso permitiria reeleger a presidente. O que foi o governo até agora? Foram dois anos de campanha eleitoral", falou Serra.

Disparou críticas também contra membros de seu partido. Segundo ele, boa parte do PSDB hoje no Congresso apoia a medida de unificação da alíquota por preconceitos regionalistas. Para Serra, o PSDB tem de agir neste momento contra a “falta de caráter na política”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247