Eunício acredita que todas as comissões serão instaladas até terça

De acordo com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), até a próxima terça-feira (21) todas as comissões permanentes da Casa estarão instaladas. “Estamos defendendo que, na terça-feira da próxima semana, na reunião de líderes, haja escolha pela ordem de precedência, calculada pelo tamanho das bancadas e blocos. Não podemos esperar mais”, disse. Na tarde de hoje, o senador reúne-se com governadores de diversos estados para tratar de equilíbrio fiscal

De acordo com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), até a próxima terça-feira (21) todas as comissões permanentes da Casa estarão instaladas. “Estamos defendendo que, na terça-feira da próxima semana, na reunião de líderes, haja escolha pela ordem de precedência, calculada pelo tamanho das bancadas e blocos. Não podemos esperar mais”, disse. Na tarde de hoje, o senador reúne-se com governadores de diversos estados para tratar de equilíbrio fiscal
De acordo com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), até a próxima terça-feira (21) todas as comissões permanentes da Casa estarão instaladas. “Estamos defendendo que, na terça-feira da próxima semana, na reunião de líderes, haja escolha pela ordem de precedência, calculada pelo tamanho das bancadas e blocos. Não podemos esperar mais”, disse. Na tarde de hoje, o senador reúne-se com governadores de diversos estados para tratar de equilíbrio fiscal (Foto: Rodrigo Rocha)

Agência Senado - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), acredita que até a próxima terça-feira (21) todas as comissões permanentes da Casa estarão instaladas. Em rápida entrevista à imprensa nesta quarta-feira (15), ele informou que ainda existem duas pendências, que devem ser resolvidas em nova reunião de líderes.

O presidente tem pressa e disse que já pediu à Secretaria-Geral da Mesa (SGM) que faça um levantamento de proposições que estão nas comissões e prontas para serem enviadas ao Plenário.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), que esteve no gabinete da presidência do Senado nesta manhã, considera a possibilidade de não haver acordo para a composição das comissões. Nesse caso, a divisão entre os partidos seria feita conforme os critérios previstos no Regimento Interno.

“Estamos defendendo que, na terça-feira da próxima semana, na reunião de líderes, haja escolha pela ordem de precedência, calculada pelo tamanho das bancadas e blocos. Não podemos esperar mais. Tem gente já falando para depois do carnaval, mas o PSDB defende que, até terça, não havendo consenso, haja a escolha por ordem de precedência, como já fizemos várias vezes e em vários anos tanto no Senado quanto na Câmara” explicou.

A distribuição das presidências das comissões segue o critério da proporcionalidade partidária. Assim, as maiores bancadas escolhem primeiro e têm direito a comandar mais comissões. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) foi a única até agora a eleger seu presidente e vice-presidente, respectivamente, senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Governadores

Eunício Oliveira comentou também a reunião com os governadores prevista para a tarde desta quarta-feira. Ele lembrou que o Senado é a Casa da Federação e disse que questões como o equilíbrio fiscal dos estados devem ser tratadas em conjunto.

“A reunião foi um pedido dos governadores para debater essa pauta. Estamos dando segmento ao que desejamos, que é destravar o Brasil e discutir com todos os segmentos, inclusive com os governadores”, disse.

A reunião está marcada, às 15h, na Presidência do Senado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247