Ewbank e Gagliasso apresentam queixa e caso de racismo é encaminhado à Justiça de Portugal

Guarda Nacional Republicana confirmou recebimento de queixa formal e repassou caso ao Tribunal Judicial de Almada

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - A Guarda Nacional Republicana informou, nesta segunda-feira (1), que recebeu uma queixa formal referente ao caso de racismo contra os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso e que "os fatos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Almada." A informação é do portal CNN Brasil.

O lamentável episódio ocorreu no último sábado (30), na frente do restaurante Clássico Beach Club, na Costa do Caparica, localizada no município de Almada. De acordo com nota publicada pela assessoria do casal, "uma mulher branca (...) xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless (os filhos de Gagliasso e Ewbank), mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local - cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais “pretos imundos”."

Ewbank confrontou a agressora enquanto Gagliasso chamou a polícia. A mulher, então, foi retirada do local sob a escolta de policiais portugueses e, posteriormente, detida.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email