Ex-atacante do Barcelona se oferece para jogar pela Chapecoense

Ex-atacante do Barcelona e do Chelsea Eidur Gudjohnsen se ofereceu para jogar pela Chapecoense após o acidente aéreo na semana passada que deixou 71 mortos, incluindo a maior parte dos jogadores da equipe catarinense; "Por respeito eu jogo pela @ChapecoenseReal caso tenham lugar para mim! Não é só para jogar com @10Ronaldinho de novo", disse Gudjohnsen no Twitter;  islandês, de 38 anos, está sem contrato depois de ter sido liberado pelo norueguês Molde em agosto  

Ex-atacante do Barcelona e do Chelsea Eidur Gudjohnsen se ofereceu para jogar pela Chapecoense após o acidente aéreo na semana passada que deixou 71 mortos, incluindo a maior parte dos jogadores da equipe catarinense; "Por respeito eu jogo pela @ChapecoenseReal caso tenham lugar para mim! Não é só para jogar com @10Ronaldinho de novo", disse Gudjohnsen no Twitter;  islandês, de 38 anos, está sem contrato depois de ter sido liberado pelo norueguês Molde em agosto
 
Ex-atacante do Barcelona e do Chelsea Eidur Gudjohnsen se ofereceu para jogar pela Chapecoense após o acidente aéreo na semana passada que deixou 71 mortos, incluindo a maior parte dos jogadores da equipe catarinense; "Por respeito eu jogo pela @ChapecoenseReal caso tenham lugar para mim! Não é só para jogar com @10Ronaldinho de novo", disse Gudjohnsen no Twitter;  islandês, de 38 anos, está sem contrato depois de ter sido liberado pelo norueguês Molde em agosto   (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ex-atacante do Barcelona e do Chelsea Eidur Gudjohnsen se ofereceu para jogar pela Chapecoense após o acidente aéreo na semana passada que deixou 71 mortos, incluindo a maior parte dos jogadores da equipe catarinense, além do técnico e da comissão técnica.

O islandês, de 38 anos, está sem contrato depois de ter sido liberado pelo norueguês Molde em agosto.

"Por respeito eu jogo pela @ChapecoenseReal caso tenham lugar para mim! Não é só para jogar com @10Ronaldinho de novo", disse Gudjohnsen em publicação no Twitter.

Ronaldinho Gaúcho, ex-companheiro de clube de Gudjohnsen no Barcelona, também disse querer ajudar a Chapecoense, segundo reportagem do GloboEsporte.com na semana passada.

Somente três jogadores do time da Chapecoense que seguiam para a final da Copa Sul-Americana na Colômbia contra o Atlético Nacional sobreviveram ao desastre aéreo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247