Ex-prefeito chama atual prefeito de mentiroso

O ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB), durante entrevista, disse que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) é mentiroso. O motivo das duras declarações são as suspeitas de irregularidades na construção da Avenida Pierre Chalita, inaugurada no ano passado durante a gestão de Almeida, e interditada por conta das chuvas. O Ministério Público está investigando o caso.

O ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB), durante entrevista, disse que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) é mentiroso. O motivo das duras declarações são as suspeitas de irregularidades na construção da Avenida Pierre Chalita, inaugurada no ano passado durante a gestão de Almeida, e interditada por conta das chuvas. O Ministério Público está investigando o caso.
O ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB), durante entrevista, disse que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) é mentiroso. O motivo das duras declarações são as suspeitas de irregularidades na construção da Avenida Pierre Chalita, inaugurada no ano passado durante a gestão de Almeida, e interditada por conta das chuvas. O Ministério Público está investigando o caso. (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Diante das últimas alegações da Prefeitura de Maceió de que há diversas irregularidades na construção da Avenida Pierre Chalita, o ex-prefeito Cícero Almeida (PRTB) exaltou - durante entrevista ao programa Notícia da Manhã, da Rádio Gazeta - a postura do Ministério Público Estadual (MPE/AL) em investigar as eventuais situações que resultaram na interdição da via. Almeida aproveitou a entrevista para rebater algumas declarações de secretários municipais e chamou o prefeito Rui Palmeira (PSDB) de mentiroso, lamentando ainda que, mesmo com oito meses de gestão, o tucano não justificou porque foi eleito. 

De acordo com Almeida, a Avenida Pierre Chalita foi construída respeitando todos os dispositivos legais e os eventuais problemas se deram devido à quantidade de chuva que caiu em Maceió nos últimos meses. Ele lembra que, em 2012, o estado de Alagoas passou pelo pior período de seca da história e a capital também foi atingida, criando assim um cenário favorável para imprevistos. “Em 2013, foram mais de 145 milímetros de chuva em um curto espaço de tempo, além do que os canais da avenida foram obstruídos nesta atual gestão, em virtude da ação de algumas construtoras. O prefeito Rui deveria parar de mentir e começar a trabalhar. Ele ainda não mostrou a que veio. São oito meses e até agora nada”, esbravejou Almeida. 

Em audiência na sede do MPE nesta quinta-feira, a empresa responsável pela construção da Avenida culpou a ex-gestão pelos eventuais problemas. Contudo, Almeida reafirmou que o ex-secretário de Infraestrutura, Mozart Amaral (PMDB), é conhecido pelo grande trabalho realizado ao longo dos últimos anos na prefeitura. “Mesmo com poucos recursos, os nossos secretários trabalharam para concretizar esse grande projeto. À época da inauguração, todos, inclusive os que agora criticam, aplaudiram a liberação da via que desafogou o acesso a vários bairros da alta de Maceió. Nas nossas duas gestões, muito foi feito e, diariamente, sou reconhecido por isso”, emendou. 

Sobre a falta de documento oficial que ateste a real propriedade da faixa de terra onde foi construída a Pierre Chalita, Almeida sugeriu que Rui Palmeira banque, caso seja necessário, os custos com a desapropriação do terreno. “A construção não afetou ao meio ambiente, ao contrário de que muito estão dizendo. Fizemos um grande sacrifício para entregar a sociedade essa via que mudou a realidade da Maceió. Se Rui assim quiser, ele pode pagar do jeito que achar conveniente a desapropriação, mas uma questão que ele deve fazer para ontem é começar a trabalhar. Naturalmente, a população clama por isso. É imperativo que ele parar de tentar culpar a antiga gestão e, rapidamente, comece a cumprir o discurso de campanha”, frisou.

Ainda segundo Almeida, um dos principais programas executados na atual gestão tucana,o chamado bairro Vivo, foi iniciado, na verdade, durante seu último governo. “São meses tocando as necessidade do povo com esse programa que começou em minha gestão. Nada é dito contra Rui porque ele tem a grande mídia a seu favor. Mas, com tanta inverdade seja dita por eles, vou reagir. Não vou ficar mais parado recebendo critica de que ainda não fez nada”, alertou, chamando atenção para uma série de exoneração na Secretaria de Saúde.

“Em virtude de uma suspeita, pessoas ligados ao secretário de saúde e ao prefeito foram exoneradas desde a última segunda-feira. Existe, segundo soube, um processo administrativo apurando irregularidades. É necessário que as pessoas fiquem em alerta”, concluiu.

Com gazetaweb.com


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email