Ex-presidente da CUT troca o PT pelo PV

De forma surpreendente, o ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas, Izac Jacson, anunciou que deixou as fileiras do Partido dos Trabalhadores (PT) e se filiou ao Partido Verde (PV); ele garantiu que sua desfiliação se deu pelo fato de que as discussões que levantava eram sempre rechaçadas pela direção estadual do partido, e não pela efervescência do cenário nacional envolvendo o PT

De forma surpreendente, o ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas, Izac Jacson, anunciou que deixou as fileiras do Partido dos Trabalhadores (PT) e se filiou ao Partido Verde (PV); ele garantiu que sua desfiliação se deu pelo fato de que as discussões que levantava eram sempre rechaçadas pela direção estadual do partido, e não pela efervescência do cenário nacional envolvendo o PT
De forma surpreendente, o ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas, Izac Jacson, anunciou que deixou as fileiras do Partido dos Trabalhadores (PT) e se filiou ao Partido Verde (PV); ele garantiu que sua desfiliação se deu pelo fato de que as discussões que levantava eram sempre rechaçadas pela direção estadual do partido, e não pela efervescência do cenário nacional envolvendo o PT (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - O ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas, Izac Jacson, deixou as fileiras do Partido dos Trabalhadores (PT) e se filiou ao Partido Verde (PV), liderado, em Maceió, pelo vereador Sílvio Camelo. Ele deixou o quadro do partido do qual fazia parte há anos e que tem como principal membro o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.  A decisão do ex-líder da entidade sindical pegou muito filiados de surpresa. Nas redes sociais, integrantes do PT reagiram à desfiliação. 

De acordo com o presidente do diretório do PV em Maceió, Sílvio Camelo, "qualquer partido ficaria feliz em ter a possibilidade de contar com a experiência e representação de luta em defesa dos trabalhadores que o Izac Jacson carrega consigo". 

Para Camelo, o Partido Verde ganha com a filiação do ex-petista. Segundo ele, outros nomes de ''peso'' também assinaram a ficha de filiação à sigla partidária. 

"Particularmente, fico muito feliz de o Partido Verde contar com a representatividade de Isaac Jackson. Assim como ele, outros nomes de peso também se filiaram ao partido, a exemplo de Mauro Quedes, Ildo Rafael, Cícero Valentin, Jorge Moraes, entre outros. Nossa expectativa é a de que façamos dois vereadores em Maceió, com mais de 25 mil votos nas eleições municipais deste ano", expôs Camelo.  

Em entrevista à imprensa, Izac Jacson garantiu que a efervescência do cenário nacional envolvendo o PT, também apontado como responsável pelos supostos atos de corrupção do atual governo, não o influenciou na decisão. Segundo Jackson, sua saída se deu pelo fato de as discussões levantadas por ele serem rechaçadas pela direção estadual do partido.

Em uma carta que circula nas redes sócias, Izac  explica seus motivos e assegura que continuará a lutar pelo trabalhador. 

"Sair do partido não pressupõe, por outro lado, abandonar quaisquer dos princípios e crenças que defendo. Saio considerando a relação interna atritada, em decorrência de divergência na estratégia da construção partidária. E para que eu não represente um problema, deixo para que se toque como se considera o melhor caminho, sem ter de aumentar um desgaste pessoal ou de relação entre as pessoas", destacou. 

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247