Ex-vereador assume a Superintendência da Pesca

Alagoas tem mais de 31 mil profissionais da pesca ativos, dos quais mais da metade são mulheres marisqueiras; em sua posse, o novo superintendente federal da Pesca e Aquicultura de Alagoas, Galba Novaes, se comprometeu a implantar uma gestão atuante; na solenidade, o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, destacou a importância do setor para o desenvolvimento social e a segurança alimentar e o compromisso e o empenho do governo federal em ajudar no crescimento desse segmento da economia, como gerador de emprego e renda  

Ex-vereador assume a Superintendência da Pesca
Ex-vereador assume a Superintendência da Pesca
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - O ex-presidente da Câmara Municipal de Maceió, Galba Novaes foi empossado na tarde desta segunda-feira, em Brasília, no cargo de superintendente federal da Pesca e Aquicultura de Alagoas.

Durante a solenidade, na qual o senador Fernando Collor foi representado pelo seu suplente, Euclides Mello, o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, destacou a importância do setor para o desenvolvimento social e a segurança alimentar no Nordeste. E reafirmou o compromisso e o empenho do governo federal em ajudar no crescimento desse segmento da economia, como gerador de emprego e renda.

 “Devemos levar a todos os pescadores as boas novas de nosso setor, como as linhas de crédito do Plano Safra. As marisqueiras, por exemplo, podem pegar crédito especial de R$ 2.500 no Banco do Nordeste, sem comprovação de renda e com 25% de desconto em cada parcela paga em dia. O microcrédito pode ser empregado na compra de equipamentos, como freezer e fogão", disse Crivella.

Hoje, Alagoas conta com mais de 31 mil profissionais da pesca ativos, dos quais mais da metade são mulheres marisqueiras. O novo superintendente federal da Pesca e Aquicultura de Alagoas se comprometeu a implantar uma gestão atuante.

com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email