Exército libera armas usadas por polícia e faz a festa dos fabricantes

Reportagem dos jornalistas Felipe Resk e Marco Antônio Carvalho, de O Estado de S.Paulo, aponta que munições como a 9 milímetros, a .40 e a .45 passam a ser de uso permitido. Para especialista, "isso pode colocar o policial diante de um civil armado com superioridade estratégica"

247 - Reportagem dos jornalistas Felipe Resk e Marco Antônio Carvalho, de O Estado de S.Paulo, aponta que munições como a 9 milímetros, a .40 e a .45 passam a ser de uso permitido. Para especialista, "isso pode colocar o policial diante de um civil armado com superioridade estratégica".

O Comando do Exército definiu nesta quinta-feira (15), os calibres que passam a ser considerados de uso permitido no Brasil. Agora, civis podem ter acesso a munições que antes eram classificadas como de uso restrito.   

A decisão foi comemorada pela Taurus, a maior fabricante de armas do País, diz a reportagem.    

"A Taurus terá a oportunidade de oferecer ao mercado brasileiro quase toda a sua linha de produtos, com diferentes tipos de calibres em vários modelos de armas, que já oferecemos aos clientes de todo o mundo, e que até então só oferecíamos uma pequena parcela deste portfólio", a empresa, diz a empresa em nota, comemorando que "isso certamente vai incrementar as vendas da companhia".    

A portaria do Exército é publicada com a finalidade de regular a aplicação dos decretos assinados por Jair Bolsonaro facilitando o acesso a armas de fogo no país.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247