Explosão em fábrica de fogos deixa um morto

Uma explosão numa fábrica de fogos na zona rural de Ibateguara deixou um morto e um ferido; o sobrevivente está internado no setor de queimados do ao Hospital Geral do Estado (HGE); suspeita é de que a fábrica seja clandestina; no ano passado, durante fiscalização, integrantes do Exército Brasileiro cancelaram as licenças de 10 fábricas de fogos de artifício porque apresentavam irregularidades

Uma explosão numa fábrica de fogos na zona rural de Ibateguara deixou um morto e um ferido; o sobrevivente está internado no setor de queimados do ao Hospital Geral do Estado (HGE); suspeita é de que a fábrica seja clandestina; no ano passado, durante fiscalização, integrantes do Exército Brasileiro cancelaram as licenças de 10 fábricas de fogos de artifício porque apresentavam irregularidades
Uma explosão numa fábrica de fogos na zona rural de Ibateguara deixou um morto e um ferido; o sobrevivente está internado no setor de queimados do ao Hospital Geral do Estado (HGE); suspeita é de que a fábrica seja clandestina; no ano passado, durante fiscalização, integrantes do Exército Brasileiro cancelaram as licenças de 10 fábricas de fogos de artifício porque apresentavam irregularidades (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Uma fábrica de fogos que funcionava em um sítio na zona rural do município de Ibateguara explodiu, no início da tarde desta quarta-feira (25), deixando um morto e um ferido. Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estiveram no local atendendo a ocorrência. Devido ao impacto da explosão, um das vítimas perdeu parte do braço.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), as vítimas foram atendidas, num primeiro momento, por um cabo da PM lotado em Ibateguara. A vítima menos grave foi encaminhada pelos socorristas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, enquanto a outra, que estava em estado mais grave - inclusive, com amputação de membros -, foi encaminhada para o Hospital São Vicente de Paula, em União dos Palmares. "Assim que o helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, chegou à cidade de União dos Palmares para socorrer a vítima em estado mais grave, os socorristas foram informados de que ela já estava em óbito", explicou o major CB Burity.

Ainda de acordo com Burity, a aeronave, então, retornou para Ibateguara, para a transferência da outra vítima ao Hospital Geral do Estado (HGE), onde está internada no setor de queimados da unidade hospitalar localizada em Maceió. Segundo a assessoria do HGE, a vítima está em estado gravíssimo.

Já segundo relato do sargento PM Edson, ninguém na região sabe apontar quem é o proprietário do estabelecimento. Contudo, o militar confirmou a suspeita de que a fábrica seja clandestina, visto que os funcionários não utilizariam os equipamentos necessários de segurança, além da inexistência de projeto de combate a incêndio.

Ano passado, durante fiscalização no município de Ibateguara, integrantes do Exército Brasileiro informaram que 10 fábricas de fogos de artifício tiveram as licenças de funcionamento canceladas após uma fiscalização, por meio da qual foram constatadas diversas irregularidades.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247