Exposição com homem nu leva Bolsonaro e MBL à loucura

Durante uma intervenção nesta quinta-feira (28), no 5° Panorama da Arte Brasileira, que está sendo realizado no Museu de Arte Moderna de São Paulo, um homem ficou nu enquanto era observado e tocado pela plateia, inclusive crianças; cena bastou para que representantes da extrema-direita como MBL e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) partissem para o ataque de forma violenta contra a mostra, chamando organizadores e realizadores de “pedófilos”, entre outros adjetivos; jornalista Rita Lisauskas, autora do livro “Mãe sem Manual”, comentou uma dessas postagens virulentas de forma irônica: “Meu Deus! Um homem! Um pinto! Que horror”; bastou para ser atacada também

Durante uma intervenção nesta quinta-feira (28), no 5° Panorama da Arte Brasileira, que está sendo realizado no Museu de Arte Moderna de São Paulo, um homem ficou nu enquanto era observado e tocado pela plateia, inclusive crianças; cena bastou para que representantes da extrema-direita como MBL e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) partissem para o ataque de forma violenta contra a mostra, chamando organizadores e realizadores de “pedófilos”, entre outros adjetivos; jornalista Rita Lisauskas, autora do livro “Mãe sem Manual”, comentou uma dessas postagens virulentas de forma irônica: “Meu Deus! Um homem! Um pinto! Que horror”; bastou para ser atacada também
Durante uma intervenção nesta quinta-feira (28), no 5° Panorama da Arte Brasileira, que está sendo realizado no Museu de Arte Moderna de São Paulo, um homem ficou nu enquanto era observado e tocado pela plateia, inclusive crianças; cena bastou para que representantes da extrema-direita como MBL e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) partissem para o ataque de forma violenta contra a mostra, chamando organizadores e realizadores de “pedófilos”, entre outros adjetivos; jornalista Rita Lisauskas, autora do livro “Mãe sem Manual”, comentou uma dessas postagens virulentas de forma irônica: “Meu Deus! Um homem! Um pinto! Que horror”; bastou para ser atacada também (Foto: Aquiles Lins)

Revista Fórum - Durante uma intervenção nesta quinta-feira (28), no 5° Panorama da Arte Brasileira, que está sendo realizado no Museu de Arte Moderna de São Paulo, um homem ficou nu enquanto era observado e tocado pela plateia, inclusive crianças.

A cena bastou para que as “cajazeiras” de sempre, incluindo aí, é claro, o MBL e Jair Bolsonaro (PSC-RJ), partissem para o ataque de forma violenta contra a mostra, chamando organizadores e realizadores de “pedófilos”, entre outros adjetivos.

A jornalista Rita Lisauskas, autora do livro “Mãe sem Manual”, comentou uma dessas postagens virulentas de forma irônica: “Meu Deus! Um homem! Um pinto! Que horror”. Bastou para ser atacada também.

 

O Deputado Jair Bolsonaro gravou um vídeo reproduziu a cena com a legenda: “Cenas que revoltam… uma criança toca homem nu ‘em nome da Cultura.’ Coloquei a tarja no vídeo em respeito a vocês. MIL VEZES CANALHAS!”.

O grupo de direita “Avança Brasil” marcou manifestação para esta sexta-feira (29), na porta do MAM, para exigir e fechamento da exposição. A polêmica segue nas redes e promete novos episódios ao longo do dia.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247